Chery eQ1 é um dos modelos que podem ser fabricados na unidade de produção da marca em  Jacareí (SP)
Divulgação
Chery eQ1 é um dos modelos que podem ser fabricados na unidade de produção da marca em Jacareí (SP)

A Caoa Chery irá reestruturar sua linha de veículos oferecidos no Brasil, a fim de alinhar os produtos ofertados no país com as demandas globais de mobilidade sustentável.

Visando ofertar versões híbridas ou elétricas de todos os seus modelos até o fim de 2023, a Caoa Chery irá remodelar a fábrica de Jacareí (SP) para produzir os componentes necessários no processo de eletrificação.

Segundo comunicado, a fabricante negocia com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos (SP) para indenizar os funcionários afetados com a medida. O sindicato, por sua vez, informou que todos os trabalhadores da linha de montagem serão demitidos, junto com metade do quadro administrativo.

Para os metalúrgicos, a montadora afirmou que a produção na fábrica será retornada em 2025, e há uma reunião marcada para o dia 10 de maio, onde a fabricante e o sindicato discutirão as medidas tomadas. 

Em Jacareí (SP) eram produzidos os modelos  Tiggo 3x e Arrizo 6 Pro . O primeiro será descontinuado, enquanto o sedã virá por importação. Será uma grande reforma na fábrica do interior paulista, que apesar de ser considerada moderna precisa de adaptações para produção de modelos híbridos e elétricos .

No início de março, a fábrica já havia paralisado a produção. Segundo a Caoa Chery, essa suspensão acontecia por conta de falta de peças e escassez de componentes eletrônicos e outros insumos.

Chery Omoda 5 é outro modelo que pode ser feito no Brasil para concorrer com Toyota Corolla Cross híbrido
Divulgação
Chery Omoda 5 é outro modelo que pode ser feito no Brasil para concorrer com Toyota Corolla Cross híbrido

A fabricante diz que a reestruturação não terá impacto no número de veículos produzidos, já que irá reforçar a fábrica de Anápolis (GO), e que os modelos que foram produzidos em Jacareí (SP) continuarão recebendo peças, assistência técnica e garantias em todas as concessionárias normalmente.

 É provável que o eQ1 seja o primeiro veículo elétrico da fabricante no Brasil, uma vez que já foi visto em testes. O crossover Omoda 5 também é esperado no Brasil, e terá uma opção de motorização híbrida, buscando disputar espaço com Corolla Cross Hybrid e Jeep Compass 4xe .

Em Anápolis (GO) seguirão sendo fabricados o Tiggo 5x , Tiggo 7 Pro e Tiggo 8 , além de lançamentos, que segundo a Caoa Chery serão mostrados no segundo semestre do ano.

Vale lembrar que recentemente, a Caoa Chery se uniu a uma  aliança liderada pela 99 que busca facilitar o acesso de veículos elétricos no Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários