VW ID Buzz é um dos novos modelos elétricos com os quais a marca quer ampliar suas vendas
Divulgação
VW ID Buzz é um dos novos modelos elétricos com os quais a marca quer ampliar suas vendas

A Volkswagen tem planos ambiciosos para o futuro de sua linha de veículos elétricos. E o CEO mundial da fabricante, Herbert Diess, acredita que a companhia de Wolfsburg pode alcançar e ultrapassar o volume de vendas de veículos da Tesla, em três anos.


Porém, o objetivo de superar a Tesla não é só da Volkswagen , recentemente a General Motors revelou que planeja produzir 2 milhões de veículos elétricos por ano até 2025, e então se tornar líder do segmento.

Vale lembrar que a General Motors planeja retomar suas operações na Europa oferecendo apenas modelos elétricos, enquanto a Volkswagen tem seus olhos voltados para não só ofertar a linha ID na América do Norte, mas trazer de volta à vida a marca Scout , que produzia o rival do Ford Bronco original e ficaria encarregada de fabricar picapes e SUVs elétricos.

Por falar em Ford , o CEO da tradicional fabricante de Detroit (EUA), Jim Farley, também olha para a Tesla e planeja abalar as vendas da empresa de Elon Musk: “Nós queremos desafiar a Tesla e todas as outras novas marcas e se tornar líderes na fabricação de veículos elétricos no mundo” Afirmou Farley.

A Ford acredita que pode produzir também 2 milhões de carros elétricos em 2026, um ano após a GM.

Agora a Tesla precisa contra-atacar as montadoras tradicionais, e tem no novo Roadster e no Cybertruck as possibilidades ideais para frustrar os planos das fabricantes “tradicionais”.

O pioneirismo da Tesla se provou correto durante muitos anos, mostrou que os consumidores (de um poder aquisitivo mais alto, é verdade) podem se interessar por carros elétricos e designs mais diferentes, como é o caso dos interiores minimalistas.

Tesla Cybertruck é um dos modelos que podem surpreender e dificultar os planos das fabricantes
Divulgação
Tesla Cybertruck é um dos modelos que podem surpreender e dificultar os planos das fabricantes "tradicionais"

Entretanto, após conseguir se destacar na indústria, a vantagem da Tesla parece estar lentamente se desfazendo, e será interessante observar o que Elon Musk pode apresentar de novidade nos próximos anos.

Quando a Cybertruck foi anunciada em 2019 parecia ser uma ótima jogada mercadológica ofertar picapes elétricas aos americanos, que são conhecidos por gostarem desse tipo de veículo.

Entretanto, a resposta da Ford veio ano passado com a versão elétrica da tradicional F-150 , que já é um sucesso de vendas nos Estados Unidos, mesmo com fila de espera e atrasos na produção.

Apesar da Tesla fazer muito sucesso entre o público mais jovem, seu fundador, Elon Musk não se cansa de se cercar de polêmicas, que fazem com que os investidores não se sintam confortáveis.

O futuro da Tesla depende muito de quais novidades poderão apresentar para o mercado, já que grandes nomes do setor estão de olho na fabricante e já são capazes de igualar os números de potência e 0 a 100 km/h que a Tesla conseguia em seus veículos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários