Sony Vision S-02 é um protótipo de carro elétrico, fruta da parceria da marca japonesa com a Honda
Divulgação
Sony Vision S-02 é um protótipo de carro elétrico, fruta da parceria da marca japonesa com a Honda

As japonesas Honda e Sony divulgaram seus planos de fabricar veículos elétricos, com a criadora do Civic sendo responsável pela montagem dos automóveis, enquanto a fabricante do Playstation ficaria encarregada de criar uma “plataforma de serviços de mobilidade”.

O CEO da Sony , Kenichiro Yoshida, deu uma entrevista ao portal Nikkei onde explicou que a parceria com a Honda pode criar uma joint-venture e desassociar o novo negócio do nome de Honda e Sony.

“Nos compartilhamos a visão de que o melhor caminho a longo prazo seria criar uma joint-venture independente , ao invés de utilizar o nome Sony ou Honda", disse o executivo.

Uma das opções para o negócio seria a criação de uma empresa liderada pelas japonesas, mas com uma porcentagem das ações ofertadas para o público: “Espero poder falar um pouco mais sobre esse assunto em um futuro próximo", concluiu Yoshida.

No anúncio da parceria com Sony , em março Yoshida afirmou que tinha como objetivo “preencher o mundo com emoção através do poder da criatividade e tecnologia” e criar um sistema de mobilidade “focado em segurança, entretenimento e adaptabilidade”.

Apesar da Honda ser uma das maiores fabricantes de automóveis no mundo, está bem atrás na venda de veículos elétricos , seu único modelo nesse segmento é o Honda E, exclusivo para a Europa.

Entretanto a fabricante planeja eletrificar toda sua linha de veículos e chegar em 2040 apenas com veículos elétricos ou de célula a combustível . E para chegar nesse objetivo anunciou que irá investir US$ 40 bilhões  e lançar até 30 veículos elétricos até 2030

A Sony acredita que outras empresas de tecnologias como a Apple podem entrar em breve no mercado de veículos elétricos e se tornarem ainda mais presentes nas vidas dos consumidores.

“A mobilidade está se tornando cada vez mais um serviço, e queremos continuar essa evolução fornecendo bases para conectividade de rede de mobilidade", encerrou o executivo.

A Sony vem investindo fortemente nos serviços de entretenimento e conectividade, no último ano teve mais de 1 bilhão de consumidores destes serviços e no último ano fiscal, foi o responsável por 51% das vendas da Sony, superando os equipamentos eletrônicos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários