Bicicleta elétrica pode carregar telefone, câmeras e até fornecer energia para televisão
Divulgação
Bicicleta elétrica pode carregar telefone, câmeras e até fornecer energia para televisão

A Califórnia é um dos berços de inovação nos Estados Unidos, e é de lá que vem a Mokwheel, uma empresa que fabrica bicicletas elétricas inteligentes.

A Basalt e-bike é a mais nova criação da fabricante e afirma que é a primeira fusão entre bicicleta elétrica e estação de energia do mundo, permitindo carregar eletrodomésticos e aparelhos portáteis.

A bicicleta tem estilo aventureiro e vem equipada com rodas de aro 26, freios hidráulicos pneus voltados para o uso em terrenos enlameados ou rochosos e também possui um garfo hidráulico com 110 mm de percurso. Isso tudo integrado a um quadro de alumínio capaz de carregar 181 kg.

A Basalt conta com um motor de 750W que produz 8,6 kgfm de torque e alcança a velocidade máxima de 45 km/h. As baterias de 960Wh da Samsung/LG são capazes de 136 km de autonomia com um carga e o nível de bateria e outras informações importantes são informados em um monitor de LED.

Só pela autonomia e motor elétrico, a Basalt já é uma e-bike competitiva, mas seu diferencial é um inversor com capacidade de carregamento solar, que transformam a bicicleta em uma estação de energia elétrica.

Esse inversor permite carregar equipamentos como celular, câmeras fotográficas, notebooks e até mesmo panelas elétricas. O equipamento fornece até 1000W de energia e possui saída USB-C 12v, e doméstica AC, além de compatibilidade com painéis solares de 18 a 48 volts.

Atualmente a Basal t pode ser adquirida através da plataforma de financiamento coletivo Indigogo e segundo o site oficial, o preço será abaixo dos US$ 2.000, ou R$10.350 em conversão simples.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários