Iniciativa da Ford auxilia condutores com dificuldade de locomoção, o que contribui para a acessibilidade
Divulgação
Iniciativa da Ford auxilia condutores com dificuldade de locomoção, o que contribui para a acessibilidade

A Ford apresentou um protótipo de estação de recarga que se conecta automaticamente ao plug do veículo. A alternativa vem sendo desenvolvida para que consumidores com mobilidade reduzida possam recarregar seus carros elétricos com mais comodidade.

A operação depende do smartphone do usuário para ativar a estação de recarga e autorizar um robô a conectar o plug ao veículo.

A estação de recarga é localizada em vagas especificas, e fica fechada. Para ser ativada, é necessário usar um aplicativo, que abre a porta da estação e utiliza uma câmera para se conectar ao carro, e retorna à sua posição original quando a carga é completa.

Segundo a fabricante, consumidores com mobilidade reduzida, consideram a facilidade na recarga do veículo elétrico/híbrido plug-in como um fator chave na decisão de qual carro comprar.

Angela Aben, funcionária de comunicação da Ford, que depende de uma cadeira de rodas com assistência elétrica, comentou a iniciativa:

“Há tempos que não abasteço meu carro sozinha, se tornou algo muito extenuante, e meu marido faz para mim. Uma estação de recarga robótica, me daria um nível de independência muito maior.”

Uma pesquisa realizada em 2020 no Reino Unido concluiu que a o peso do cabo e do plug de carregamento afastava pessoas com mobilidade reduzida de utilizar alguns carregadores elétricos.

Esse tipo de problema que a Ford busca resolver, e após testes em laboratórios, a fabricante agora testa em ambientes reais.

Segundo a Ford, esse carregador poderá ser instalado em vagas para pessoas com mobilidade reduzida , ou até mesmo em em residências.

“Estamos comprometidos em garantir a liberdade de movimento, e recarregar ou reabastecer, pode ser um problema para alguns usuários. Uma estação de recarga robotizada pode ser essencial para muitos clientes.” Afirmou Birger Fricke, engenheiro de pesquisa da Ford Européia.

Conforme os veículos vão se tornando cada vez mais autônomos, a iniciativa pode permitir que carros usuários em carros desse tipo se locomovam mais facilmente pelas cidades, com total independência.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários