Tamanho do texto

Aumento nas vendas e procura pelo futuro Model 3 eleva valor da Tesla a ponto de bater Ford na bolsa de valores

As 25 mil unidades do Model S e Model X vendidas no 1º trimestre, junto com a alta procura pelo futuro Model 3, fizeram as ações da Tesla dispararem
Divulgação/Tesla
As 25 mil unidades do Model S e Model X vendidas no 1º trimestre, junto com a alta procura pelo futuro Model 3, fizeram as ações da Tesla dispararem

Se perguntassem agora quem vale mais, uma marca de presença global e dezenas de veículos, ou outra que vende apenas dois carros elétricos, obviamente seria a primeira opção. Não é mais o caso. A Tesla subiu quase 6% nas bolsas de valores, graças ao aumento nas vendas do Model S e Model X, ao mesmo tempo em que a Ford recuou 3% após divulgar o balanço de março. Resultado: A fabricante de veículos elétricos é mais valiosa do que a Ford.

LEIA MAIS: Este é o Tesla Model 3, e ele está confirmado para o Brasil

De acordo com um informe da CNN Money, o valor de mercado da Ford foi para US$ 45 bilhões (R$ 140 bilhões), enquanto a Tesla subiu para quase US$ 48 bilhões (R$ 149,5 bilhões). E não é só isso. Com esse valor, a marca dos elétricos chega perigosamente da General Motors, cujas ações caíram 4% após divulgarem um aumento das vendas abaixo do esperado e o aumento do inventário, e agora vale US$ 50,8 bilhões (R$ 158,2 bilhões).

O que empurrou as ações da Tesla foi o anúncio de que vendeu mundialmente cerca de 25 mil unidades do Model S e Model X no último trimestre. Isso animou os investidores, que esperam pela chegada do Model 3, sedã que será o modelo mais barato da fabricante e que começará a ser entregue aos compradores no final de 2017. Como comparação, a Ford vendeu mais de 617 mil carros no mesmo período, apenas nos EUA. A GM foi melhor ainda, com 690 mil veículos.

Elétrico barato

A chegada do Model 3 é esperada como a chance da Tesla para entrar no mercado mais popular, já que o sedã custará cerca de US$ 35 mil (R$ 109 mil), muito menos do que os US$ 69.200 (R$ 215 mil) cobrados pelo Model S, ou os US$ 86.700 (R$ 270 mil) do Model X. É um carro que irá disputar espaço com outros elétricos, como o Chevrolet Bolt e Nissan Leaf, ambos com preços bem próximos do que é estimado para o Model 3.

LEIA MAIS: Tesla irá inaugurar fábrica gigante de baterias em julho

Nem começou a ser vendido e a Tesla já recebeu 400 mil pedidos do Model 3 – e isso da última vez que atualizaram o número, há alguns meses. Precisam que seja um carro de volume, já que a marca continua a perder dinheiro com os custos de produção e os altos investimentos feitos por Elon Musk. O empresário recentemente comprou a SolarCity, empresa de seus primos  especializada em fornecer sistemas solares para casas e empresas.

Tesla Gigafactory
Divulgação/Tesla
Tesla Gigafactory

Também gastou horrores na construção da Gigafactory, uma fábrica de mais de 464 mil metros quadrados especializada na produção de baterias. Musk gastou US$ 5 bilhões (R$ 155,7 bilhões) para construir o complexo, que será capaz de gerar 50 gigawatts por hora, o suficiente para abastecer a bateria de 500 mil carros da Tesla por ano. Funcionará totalmente por energia solar, obtida pelas enormes células que cobrem o teto da Gigafactory. E ainda disse que irá abrir mais três fábricas dessas.

LEIA MAIS: Tesla Model S chega ao Brasil via importadora

É pouco para os planos megalomaníacos de Elon Musk. Há dois anos, o empresário mostrou quer muito mais, prevendo que a Tesla irá crescer muito mais e, um dia, será mais valiosa do que a Apple. Uma declaração corajosa, já que a empresa de tecnologia valia US$ 700 bilhões  (R$ 218 bilhões) naquela época e agora está próxima dos US$ 750 bilhões (R$ 233,6 bilhões).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.