Tamanho do texto

Conheça as principais novidades da marca alemã no Salão de Buenos Aires, na Argentina, como a picape com novo motor e o SUV de sete lugares

A VW Amarok com o novo V6 turbodiesel entra no lugar do polêmico 2.0, de quatro cilindros, do escândalo das emissões
Nicolas Tavares/iG
A VW Amarok com o novo V6 turbodiesel entra no lugar do polêmico 2.0, de quatro cilindros, do escândalo das emissões

O estande da Volkswagen no Salão de Buenos Aires está recheado de novidades. Pena que a maioria é específica para os argentinos, como o Golf R e o enorme SUV Atlas. Para nós, o que havia de realmente interessante é a versão V6 da picape Amarok e o crossover Tiguan, na versão Allspace, de sete lugares. Ambos estão confirmados para o Brasil, com lançamento previsto para julho e para o início de 2018, respectivamente.

LEIA MAIS: Volkswagen Amarok SE tem bons atributos como picape média básica

Embora a Volkswagen tenha vários modelos para lançar ainda em 2017, como o Golf reestilizado e o novo Polo, o destaque de julho será a picape média Amarok , que finalmente recebe o novo motor 3.0 V6, turbodiesel, de 224 cv e 56 kgfm de torque. Foi lançado aqui na Argentina justamente nessa semana, poucos dias antes do salão abrir as portas, e o motivo de chegar antes para os hermanos é por conta da produção local.

Essa motorização foi criada para aposentar o 2.0 TDi, um dos motores que protagonizaram o escândalo de emissão de poluentes (o “dieselgate”). Embora isso tenha acontecido na Europa, por aqui eles irão conviver com o novo V6 utilizado como a opção topo de linha da picape, exatamente como já acontece na Argentina. Considerando que a versão Highline atualmente custa R$ 168.990, não espere por um preço abaixo de R$ 180 mil.

LEIA MAIS: VW Tiguan Limited vai conviver com a nova geração do utilitário esportivo

Dois tipos de Tiguan

Nova geração do Volkswagen Tiguan segue a nova identidade visual da marca alemã no mundo
Divulgação/Newspress
Nova geração do Volkswagen Tiguan segue a nova identidade visual da marca alemã no mundo

A Volkswagen irá repetir a antiga estratégia de manter no mercado duas gerações do mesmo carro. Teremos o Tiguan antigo, com o nome de Limited, com o motor 1.4 TSI de 150 cv e, a partir do início de 2018, o Tiguan Allspace, versão de sete lugares do crossover com o motor 2.0 turbo, nas versões de 180 cv e 220 cv, combinado ao câmbio automático de seis marchas.

Por enquanto, virá apenas nessa configuração – o foco da produção é abastecer a Europa. O modelo menor, com cinco lugares, ficará para um segundo momento, quando começarem a fabricar no México.

LEIA MAIS:  Vazam as primeiras fotos do novo Volkswagen Tiguan de sete lugares

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.