Tamanho do texto

Eis as recomendações para quem quer gastar menos no posto de gasolina, em tempos que o combustível já passou dos R$ 4

São vários os fatores que levam um carro a se destacar do outro. Quando falamos dos modelos populares, por exemplo, gostamos que sejam confortáveis, conectados e econômicos. Uma central multimídia decente é quase uma obrigação, mas não tanto quanto um conjunto mecânico maduro que ainda faça economizar combustível. Partindo disso, a reportagem do iG Carros lista os cinco hatches compactos automáticos mais econômicos à venda no Brasil.

LEIA MAIS: VW Polo fica mais caro, mas ganha equipamentos em algumas versões

5 - Nissan March 1.6 SL CVT

Nissan March 1.6 SL CVT é um entre os hatches compactos automáticos mais econômicos, apesar do tanque pequeno
Divulgação/Nissan
Nissan March 1.6 SL CVT é um entre os hatches compactos automáticos mais econômicos, apesar do tanque pequeno

Poucos chegam a considerar o March na hora de comprar um entre os hatches compactos automáticos , mas o pequeno Nissan é um dos mais econômicos e confortáveis do mercado. Claro, nem tudo é perfeito. O March é pequeno, abusa de plástico no acabamento e seu isolamento acústico deixa a desejar, mas se você estiver procurando um citycar espertinho para se locomover na cidade, ele o fará com louvor.

LEIA MAIS: Veja 5 carros que são vendidos desde que o Brasil era tetracampeão

De acordo com o Inmetro, o March 1.6 com 111 cv e 15,1 kgfm a 4.000 rpm pode aferir  7,8 km/l na cidade e 9,8 km/l na cidade com etanol. Na gasolina, os números sobem para 11,7 km/l na cidade e 14,5 km/l na estrada. Isso representa uma autonomia de 479 na cidade e 594 na estrada. Entretanto, isso não é garantia de que você ficará muito longe dos postos de gasolina. A autonomia do March é baixa, por contar apenas com 41 litros de capacidade no tanque. O March custa R$ 60.990.

4 - Toyota Yaris 1.3 XL CVT

Toyota Yaris 1.3 CVT chega cheio de disposição para conquistar os consumidores que sempre quiseram um Corolla
Divulgação
Toyota Yaris 1.3 CVT chega cheio de disposição para conquistar os consumidores que sempre quiseram um Corolla

O Toyota Yaris 1.3 chegou causando ao mercado brasileiro. Ele mira o sucesso do Fiat Argo e, principalmente, o bem colocado Volkswagen Polo. Com motor de Etios, mas o câmbio CVT que simula sete marchas do Corolla, o Yaris entrega um bom consumo de combustível.

O motor 1.3 entrega 101 cv  e 12,9 kgfm a 4.000 rpm. São 8,9 km/l na cidade e 9,9 km/l na estrada com etanol, conforme o Inmetro. Se você preferir abastecer com gasolina, o consumo vai para 13 km/l na cidade e 14,1 km/l na estrada. Na versão XL automática, o Yaris parte de R$ 65.590.

3 -  Ford Fiesta Style 1.0 Ecoboost

Ford Fiesta 1.0 Ecoboost é o único integrante de nossa lista que bebe apenas gasolina
Divulgação
Ford Fiesta 1.0 Ecoboost é o único integrante de nossa lista que bebe apenas gasolina

Eis o único representante dos hatches compactos automáticos mais econômicos do Brasil que não vem equipado com motor flex. O Fiesta Style com motor 1.0 Ecoboost se destaca pelo bom desempenho, aliado ao câmbio automatizado de seis velocidades que passou por recall, recebeu uma série de melhorias, mas ainda poderia receber um sistema de gerenciamento mais adequado.

LEIA MAIS: Veja os 5 melhores hatches compactos que já experimentamos até R$ 80 mil

O conjunto que entrega 125 cv de potência e 17,3 kgfm a 1.400 rpm faz 12,2 km/l na cidade e bons 15,3 km/l na estrada, novamente, apenas com gasolina. Os dados são do Inmetro. Apesar de custar R$ 69.790, vem muito bem equipado, contando até com controle de estabilidade.

2 - Volkswagen Move Up! 1.0 I-Motion

Volkswagen Up Move I-Motion: seu preço é de R$ 52.710, apenas R$ 2.900 a mais do que um Up TSI.
Divulgação
Volkswagen Up Move I-Motion: seu preço é de R$ 52.710, apenas R$ 2.900 a mais do que um Up TSI.

O Up! é um dos nossos hatches compactos favoritos. A versão automatizada I-Motion tem seus problemas, como a inteligência das trocas de marchas, mas ainda é econômica o suficiente para aparecer muito bem colocada em nossa lista.

O motor 1.0 de 80 cv  e 10,4 kgfm a 3.000 rpm, quando aliado ao câmbio automatizado de cinco velocidades, consegue desenvolver 9,4 km/l na cidade e 10,6 km/l na estrada com etanol. Na gasolina, o Inmetro diz que o subcompacto alemão faz 14 km/l na cidade e 15,8 km/l na estrada. Parte de R$ 52.710.

1 - Fiat Mobi 1.0 Drive GSR

Fiat Mobi 1.0 Drive GSR é o hatch automático mais econômico do Brasil, mas o câmbio automatizado tem que evoluir
Divulgação
Fiat Mobi 1.0 Drive GSR é o hatch automático mais econômico do Brasil, mas o câmbio automatizado tem que evoluir

Vamos começar dizendo que este não um dos nossos carros favoritos. O Mobi é cheio de características que podem afastar o cliente, como o espaço interno apertado, a qualidade dos materiais que poderia melhorar e a caixa automatizada que causa trancos entre as trocas e ainda tem que evoluir. Mas, apesar disso, o Mobi GSR é incrivelmente econômico.

LEIA MAIS: Ford Fiesta EcoBoost encara VW Golf TSI: hatches 1.0 turbo brigam por eficiência

De acordo com o Inmetro, a versão Drive GSR faz 9,8 km/l na cidade e 11,1 km/l na estrada com etanol. Na gasolina, os números surpreendem ainda mais, extraindo 14 km/l na cidade e 15,9 km/l na gasolina. O motor 1.0 da família Firefly entrega 77 cv de potência e 10,9 kgfm de torque a 3.250 rpm. Parte de R$ 44.780 entre os hatches compactos automáticos .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.