Tamanho do texto

De acordo com Trump, o plano aprovado por Barack Obama deixará carros fabricados no país ainda mais caros

Trump pretende reavaliar plano automotivo similar ao Rota 2030, que deixariam os carros mais econômicos
AFP
Trump pretende reavaliar plano automotivo similar ao Rota 2030, que deixariam os carros mais econômicos

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tem planos de suspender as regras sobre poluição de automóveis que foram assinadas por seu antecessor. O programa aprovado por Obama prevê carros mais econômicos e eficientes, como uma proposta para reduzir os efeitos do aquecimento global.

LEIA MAIS: Ford Ka 1.0 SE 2019 se mostra bem acertado para o dia-a-dia

Caso seja aprovada, a proposta poderá levar à suspensão de um decreto estipulado por Obama em 2012, que exigia a redução de quase 50% do consumo de combustível de veículos até 2025. A média que a administração do democrata visava era de 23 km/l de gasolina. O programa americano tem similaridades com o novo regime automotivo que foi aprovado no Brasil no mês passado, o Rota 2030, que também prevê carros mais econômicos .

LEIA MAIS: Veja 5 carros que passam mais tempo na oficina que na sua garagem

Alguns Estados já estão tentando modificar o plano de poluição antes que o martelo seja batido. Trump, entretanto, quer impedir que cada Estado tenha autoridade para definir seus próprios padrões. A medida ainda passará por consulta pública.

As autoridades americanas dizem que as exigências por avanços tão significativos na indústria podem acarretar na desaceleração da economia. De acordo com Trump, as metas estipuladas por Obama deixariam os carros fabricados nos Estados Unidos mais caros, fazendo com que modelos antigos e poluentes continuem rodando por mais tempo.

Rota 2030

Chevrolet Bolt EV deve chegar ao Brasil no ano que vem, como parte do plano de carros mais econômicos
Divulgação
Chevrolet Bolt EV deve chegar ao Brasil no ano que vem, como parte do plano de carros mais econômicos

Com a aprovação do Rota 2030, estão previstos novos programas de incentivo à pesquisa e desenvolvimento, além de novos parâmetros que precisarão ser seguidos pelas fabricantes no sentido de melhorar a eficiência energética e a segurança dos carros vendidos no Brasil.

LEIA MAIS: SIMEA debate o novo regime automotivo Rota 2030

O nosso Rota 2030 propõe uma série de reduções de impostos. O IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para carros elétricos, por exemplo, será reduzido dos atuais 25% para até 7%. Nos demais veículos, a redução deverá ser de 1 a 2 pontos percentuais a partir de 2023, caso as fabricantes atinjam as novas metas estabelecidas, lançando carros mais econômicos .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.