Tamanho do texto

O compacto aguarda a sua oportunidade para vir ao País, em função da alta do dólar e da continuidade do Rota 2030

Kia Rio: Se vier ao Brasil, concorrerá com os hatches e sedãs compactos, dependendo da variante da carroceria
Divulgação
Kia Rio: Se vier ao Brasil, concorrerá com os hatches e sedãs compactos, dependendo da variante da carroceria

O Kia Rio acaba de aparecer na tabela de consumo do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do Inmetro. Com essa homologação, o compacto está pronto para ser lançado no Brasil. Porém, a reportagem de iG Carros entrou em contato com a assessoria de imprensa da marca no Brasil e nos disseram que ainda confirmação do hatch desembarcar no País. Nem no Salão do Automóvel, em novembro, o carro será apresentado. O dólar alto e a espera para a continuidade do Rota 2030 são os dois fatores cruciais para estabelecer uma nova data para trazer o modelo do País. 

LEIA MAIS: Conheça 5 carros que deverão roubar a cena no Salão do Automóvel 2018

O Kia Rio é equipado com o mesmo conjunto mecânico do Hyundai HB20, que traz motor 1.6 Flex de 128 cv, com as opções de câmbio manual ou automático, ambos de 6 marchas. Segundo os dados divulgados pelo Inmetro, o modelo com câmbio manual faz 7,0 km/l na cidade e 9,4 km/l na estrada, com etanol, ou para 10,2 km/l e 13,8 km/l com gasolina.

LEIA MAIS: Kia Picanto GT Line chega às lojas pelo preço sugerido de R$ 58.990

Enquanto isso, a versão com câmbio automático é capaz de rodar 7,2 km/l e 9,3 km/l com o etanol ou 10,5 km/l e 13,4 km/l quando abastecido com gasolina. Se comparado ao “primo", o HB20 registra 11,6 km/l na cidade e 13,8 km/l, na versão 1.6 manual, na gasolina. Para o Kia, o Inmetro adianta que o terá duas versões: LX, a mais em conta da linha, e a EX. A versão sedã ainda espera a sua vez.

LEIA MAIS: Para onde foram os hatches esportivos abaixo dos R$ 100 mil?

O "companheiro" de linha esportivo do Kia Rio

O Kia Stinger GT será a maior atração do Salão do Automóvel , no Brasil. O carro deverá chegar, inclusive, com motor V6 3.3, sobrealimentado, capaz de gerar 370 cv e bons 52 kgfm de torque, números para acelerar de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos e atingir 269 km/h, conforme a fabricante.

LEIA MAIS: Kia Sportage: o importado mais vendido do Brasil vale a compra. Mas...

Com 4,83 metros de comprimento e quase 3 metros de entre-eixos, o Kia Stinger foi desenhado pelo time de designers chefiado pelo alemão Peter Schereyer (ex-Audi) e Albert Biermann, que veio da BMW MotorSport. Entre os esportivos de alto desempenho, promete ser um dos mais em conta do mercado, ante rivais alemães - menos potentes - como o Audi A5 Sportback, o BMW Série 4 Gran Coupé e o Mercedes CLS 450, ou o britânico Jaguar XF S, quem mais se aproxima em esportividade na sua proposta.

LEIA MAIS: Veja 5 motivos para comprar Kia Sportage e não o Jeep Compass

Tal como a não confirmação do Kia Rio , os preços do Stinger ainda não foram revelados, mas pode esperar por um valor bem alto. Além do bom desempenho, virá equipado com sistema de som com 9 alto-falantes e amplificador externo. Quem pagar um pouco mais pode levar o som Harman/Kardon com 15 alto-falantes e subwoofers. Terá suspensão ajustável eletronicamente, controle de cruzeiro adaptativa, heads-up display e até recarga de bateria do celular sem fio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.