Tamanho do texto

Produz até 408 cv e 66,4 kgfm no "modo boost" e roda até 400 km sem recarga. Será lançado neste dia 17 nos EUA e no ano que vem no Brasil

Audi e-tron na cor Vermelho Misano e pronto para rodar. E podem contar com a sua chegada ao Brasil em breve
Divulgação
Audi e-tron na cor Vermelho Misano e pronto para rodar. E podem contar com a sua chegada ao Brasil em breve

O Audi e-tron acaba de ter sua produção em escala iniciada na cidade de Bruxelas (Bélgica), com a estreia mundial em São Francisco (EUA), no dia 17 de setembro. Desde a apresentação do conceito em 2015, o Audi e-tron é o primeiro carro elétrico que a Audi irá lançar até 2020. Seus sistemas conseguem recuperar até 30% da capacidade da bateria e, em descidas, o SUV tem a capacidade de acrescentar um quilômetro de autonomia por cada quilômetro percorrido.  Os executivos da marca já preparam a sua chegada aqui para o Brasil, que deverá ocorrer no início de 2019, mesmo que não apareça no Salão do Automóvel.

LEIA MAIS: Audi Pebble Beach 18: Nasce elétrico que mistura moto, hatch e carro de corrida

Ainda em relação ao sistema de recuperação de energia, o Audi e-tron traz três modos de funcionamento. São eles o da recuperação de energia em frenagens, com uma suave transição entre a desaceleração elétrica e hidráulica, o da recuperação de energia por prever o caminho e a geografia do local e ainda o da recuperação de energia manual, por meio da utilização das aletas de volante da caixa automática.

Além disso, o “Boost Mode” chega para dar, como o próprio nome sugere, aquele “gás” (ou energia) a mais ao SUV . Os dois propulsores elétricos desenvolvem um total de 360 cv e 56 kgfm, entretanto, os números chegam aos 408 cv e 66,4 kgfm com o recurso, durante oito segundos no máximo. Com isso, é capaz de acelerar até 100 km/h em 6 segundos. A autonomia declarada é de 400 km sem qualquer recarga.

LEIA MAIS: Mercedes-Benz apresenta elétrico de 750 cv inspirado em clássicos das corridas

O membro do Conselho de Administração para Produção e Logística da Audi, Peter Kössler, afirmou que: “O Audi e-tron é um pioneiro genuíno. Ele apresenta tecnologias inovadoras, como espelhos retrovisores virtuais, e combina as qualidades tradicionais da marca em dirigibilidade e dinâmica, com o avanço técnico que vai muito além do veículo. Nossa fábrica de Bruxelas foi amplamente modernizada para a fabricação do carro elétrico. Essa é a primeira produção mundial em massa com certificação de CO2 neutro no segmento premium.”

Audi e-tron e o Roadmap E

Audi e-tron é apenas um entre os planos de lançamento para futuros carros elétricos do grupo Volkswagen
Divulgação
Audi e-tron é apenas um entre os planos de lançamento para futuros carros elétricos do grupo Volkswagen

Para o seu projeto Roadmap E - que desenvolverá a eletrificação cada vez mais nos modelos - a Audi está fazendo uso sistemático de duas grandes alavancas de sinergia do Grupo Volkswagen na área de desenvolvimento. Além do Kit de Ferramentas Elétricas Modular, desenvolvido pela Volkswagen para o segmento de compactos, a Audi e a Porsche estão trabalhando juntas para implementar a eletrificação de arquitetura premium para carros elétricos de médio e grande portes. Esses projetos de cooperação reduzem substancialmente os custos de desenvolvimento.

LEIA MAIS: Nova geração do Audi Q3 tem primeiros detalhes revelados oficialmente

Ainda de acordo com a fabricante, os lançamentos de produtos incluem mais de 20 modelos eletrificados até 2025. Em 2019, o Audi e-tron Sportback será o segundo carro totalmente elétrico a ser lançado, seguido pelo e-tron GT da Audi Sport em 2020. A marca também oferecerá um modelo elétrico no segmento de compactos premium em 2020.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.