Tamanho do texto

Listamos as melhores escolhas entre os modelos de maior sucesso de cada categoria hoje em dia no Brasil. Veja toda a lista

Precisamos ser justos quando categorizamos se um carro é bom ou ruim. Um bom exemplo que vem à mente quando este assunto surge à mesa é o Fiat Argo. A versão 1.3 manual tem ótimo acerto dinâmico, desempenho honesto e um dos motores mais econômicos de sua categoria. Mas basta inserir um câmbio automatizado - algo que está sendo esquecido nos dias de hoje - para que o modelo entre os carros mais vendidos deixe de valer a compra.

LEIA MAIS: Veja 5 dicas para garantir o melhor valor de revenda no seu seminovo

Em um mundo competitivo, os detalhes decidem quais serão os vencedores. Partindo disso, a reportagem do iG Carros elege as melhores versões de alguns dos carros mais vendidos do Brasil de acordo com a Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos). Não caia no erro dos detalhes antes de saber qual carro tem o melhor custo-benefício da categoria. Nem sempre a mais cara será a melhor.

1 - Hatch compacto: Chevrolet Onix LT 1.4 AT

Chevrolet Onix é o destaque entre os carros mais vendidos do Brasil. E deverá fechar 2018 na liderança
Divulgação
Chevrolet Onix é o destaque entre os carros mais vendidos do Brasil. E deverá fechar 2018 na liderança

O carro mais vendido do Brasil faz por merecer o título. São quase três anos de domínio absoluto do Chevrolet Onix , chegando a vender o dobro do segundo colocado em alguns meses de 2018. Claro, precisamos colocar isso na conta da versão de baixo custo Joy, que preserva a sua primeira dianteira (lançada em 2012) até os dias de hoje.

Entre suas versões, conta com modelos aventureiros e esportivos (Activ e Effect, respectivamente). Mas nenhuma delas vale tanto a compra quando o modelo básico LT, já equipado com motor 1.4, de 106 cv e 13,9 kgfm e câmbio automático por R$ 61.250. Vale dizer que a versão Advantage, a mais cara, chega a R$ 70 mil com todos os equipamentos.

2 - Sedã compacto: VW Virtus 1.6 MSI AT

O Virtus conquistou seu lugar entre os carros mais vendidos do Brasil, ditando novos paradigmas
Renato Maia/Falando de Carros
O Virtus conquistou seu lugar entre os carros mais vendidos do Brasil, ditando novos paradigmas

Lançado em janeiro, o VW Virtus já aparece entre os modelos mais vendidos de sua categoria, superando até mesmo o Ford Ka Sedan, que é mais em conta. A maior parte do tempo, o sedã não contou com aquela que seria a sua melhor versão: 1.6 MSI, com o novo câmbio automática.

LEIA MAIS: Veja os indicados para o prêmio Carro do Ano 2018

Assim como o Onix, o Virtus não tem uma versão que seja necessariamente ruim. As versões equipadas com motor 1.0 TSI, entretanto, são bem caras e não correspondem ao poder aquisitivo da maioria dos brasileiros. Quem não pode pagar absurdos R$ 80 mil por um sedã compacto ainda pode desfilar com a versão 1.6 MSI automática, de 120 cv, partindo de R$ 66.525.

3 - Picape: Fiat Toro Freedom Diesel

Entre os carros mais vendidos do Brasil, a Fiat Toro ostenta a boa versão Freedom Diesel
Divulgação/Fiat-Chrysler
Entre os carros mais vendidos do Brasil, a Fiat Toro ostenta a boa versão Freedom Diesel

A Toro praticamente inaugurou a categoria das picapes intermediárias no Brasil, e logo se tornou o modelo mais vendido do segmento. A receita do sucesso foi alinhar a versatilidade de um modelo compacto com o tamanho aproximado de uma picape média, como Amarok, Hilux e Ranger. Tiro certeiro da FCA, que já dominava a categoria das picapes compactas com a Strada.

Os modelos básicos da Toro , entretanto, estão longe de ser bons. O motor 1.8 E-Torq fica devendo em desempenho, principalmente se a picape estiver levando cinco ocupantes ou alguma carga na caçamba. O que faz mais sentido é investir R$ 95 mil na Toro Freedom com o bom motor 2.0 turbodiesel de 170 cv e câmbio manual de seis marchas. Trata-se de uma boa opção para quem costuma pegar muita estrada.

4 - SUV compacto: Honda HR-V EX

O Honda HR-V continua sendo o destaque dos SUVs entre os carros mais vendidos do Brasil
Divulgação
O Honda HR-V continua sendo o destaque dos SUVs entre os carros mais vendidos do Brasil

Exemplo de sucesso, o Honda HR-V só se encontrou ameaçado depois de dois anos de mercado. Mas a marca japonesa já está preparando uma investida contra as concorrentes que estão cada vez mais próximas. Conforme apurado pela reportagem do iG Carros, o novo HR-V será uma das atrações do Salão do Automóvel, entre 8 e 18 de novembro, seguindo as mudanças do modelo americano.

Mas desembolsar R$ 110 mil pela versão Touring do HR-V é algo que nós definitivamente não recomendamos. O modelo que mais compensa na linha da Honda é o EX 1.8, de 139 cv de potência, já contando com câmbio continuamente variável que simula sete marchas. A versão parte de R$ 94.500 com um pacote de equipamentos bem recheado.

5 - Sedã médio: Toyota Corolla XEi

Toyota Corolla XRS é um dos carros mais vendidos do Brasil entre os sedãs médios com boa margem de vantagem
Renato Maia/Falando de Carros
Toyota Corolla XRS é um dos carros mais vendidos do Brasil entre os sedãs médios com boa margem de vantagem

O Corolla é um fenômeno. Há dez anos o modelo não deixa a peteca cair quando o assunto é manter a liderança na categoria dos sedãs médios. No ano passado, chegou a vender mais que todos os seus rivais juntos, garantindo uma margem muito confortável em relação ao segundo colocado, o Honda Civic.

LEIA MAIS: Veja os 5 sedãs 1.0 mais econômicos do mercado brasileiro

Mas até mesmo o sedã mais vendido tem as suas versões incongruentes. Por R$ 92 mil, o modelo básico 1.8 acaba não tendo uma distância tão grande da versão XEi 2.0, que sai por R$ 105.550 (ou R$ 99.990 na promoção do mês de setembro). Vale a pena exigir um pouquinho mais do bolso para levar o motor de 154 cv de potência entre os carros mais vendidos para a sua garagem.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.