Tamanho do texto

Entre as novidades estão Equinox Midnight e as versões renovadas de Camaro e Cruze, que passará a ter acesso a internet 4G

Chevrolet Bolt está com chegada confirmada ao Brasil por RR 175 mil. Pelo menos por enquanto, virá importado
Chevrolet Bolt
Chevrolet Bolt está com chegada confirmada ao Brasil por RR 175 mil. Pelo menos por enquanto, virá importado

A GM segue confiante em dias melhores no mercado de automóveis no Brasil, onde está há 39 meses seguidos na liderança de vendas. Em 2019, a marca terá 11 novidades no País, entre as quais a versão Midnight do utilitário esportivo Equinox, trazido do México. Trata-se do terceiro modelo da marca que será lançado com uma série de detalhes escurecidos depois da picape S10 e do SUV compacto Tracker.

LEIA  MAIS: GM confirma que o elétrico Bolt chegará ao Brasil, em 2019

Assim como nos outros dois modelos Midnight da GM, o Equiniox também deverá ter o logo da gravata da Chevrolet pintado de preto, bem como as rodas e ouros itens. No conjunto mecânico continuará o 2.0 turbo, vindo do Camaro vendido nos Estados Unidos, capaz de render 262 cv, potência para acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 7,6 segundos.

E por falar em Camaro, a GM vai lançar a versão renovada para entrar com  mais força na briga com o Ford Mustang. O esportivo estreia retoques na dianteira e atualizações no interior, que chega com mais tecnologia e equipamentos. Além disso, após acertos na mecânica, agora pode vir com novo câmbio automático de 10 marchas (o mesmo do rival Mustang), que chega para substituir a caixa anterior de 8. O motor é o mesmo V8, de 462 cv.

Chevrolet Camaro será vendido no Brasil nas versões cupê e conversível como parte das novidades da GM
Caue Lira/iG
Chevrolet Camaro será vendido no Brasil nas versões cupê e conversível como parte das novidades da GM

 No exterior, a novidade fica no desenho da grade frontal e na assinatura em LED dos faróis. O aspecto agora se torna mais agressivo e pode variar de acordo com a versão e as escolhas dos opcionais, com detalhes cromados para o modelo conversível, ou pretos na versão SS.

Mesmo depois do anúncio de que o Cruze deixará de ser vendido nos Estados Unidos em 2019, a marca confirma que vai lançar o modelo médio no Brasil com uma série de novidades no ano que vem. Uma delas fica por conta do acesso à internet 4G. Será o primeiro modelo da marca a poder contar com esse equipamento.

LEIA MAIS: Chevrolet Camaro surge completamente renovado para a linha 2019

Chevrolet Cruze terá acesso à internet via 4G e partida por controle remoto, o que aciona o ar-condicionado
Divulgação
Chevrolet Cruze terá acesso à internet via 4G e partida por controle remoto, o que aciona o ar-condicionado


Além disso, o Cruze receberá retoques no desenho, nos mesmos moldes adotados no mercado americano em abril último. O Chevrolet Cruze ganhou apelo esportivo, com grade frontal mais ampla, seguindo o estilo do sedã Malibu.

Pela imagem acima é possível notar que as entradas de ar dianteiras ficaram bem mais amplas, o que exigiu alterações no desenho do para-choque. Mas essa foi a principal mudança estética, além dos novos jogos de rodas de aro 17 ou 18.

LEIA MAIS: Revelada na China a nova geração do Chevrolet Prisma. Veja detalhes

Aproveitando os retoques no desenho, a GM também adotou um novo sistema multimídia, com tela de 7 polegadas e melhorias tanto no ar-condicionado quanto no Stop& Start.

GM aposta nos elétricos, inclusive, no Brasil

As baterias de íon-lítio gera energia elétrica o suficiente para que o Bolt tenha autonomia de 383 km, conforme a GM
Divulgação/General Motors
As baterias de íon-lítio gera energia elétrica o suficiente para que o Bolt tenha autonomia de 383 km, conforme a GM

 E o elétrico Bolt também estará entre as principais novidades da GM no Brasl em 2019. O carro já teve o preço anunciado no Salão do Automóvel, no São Paulo Expo, entre os dias 8 e 18 de novembro. Sairá por R$ 175 mil, em versão única. Por enquanto, será importado, mas existem chances do modelo vir a ser fabricado no Brasil em algum momento.

Conforme a fabricante, o Bolt pode rodar, em média 383 quilômetros até precisar de recarga. Mas isso pode aumentar bastante conforme o modo de direção selecionado, o trajeto, a temperatura ambiente entre uma série de coisas.

LEIA MAIS: Aceleramos o único elétrico Chevrolet Bolt trazido ao Brasil

De qualquer forma, o Bolt pode ser recarregado de três maneiras diferentes. A primeira, em tomada de 120 volts como as usadas em residências, que carregam o equivalente a 6,4 km de autonomia a cada hora, completando totalmente a carga entre 50 e 60 horas.

Portanto, se você chegar em casa depois do trabalho, colocar o Bolt para carregar e só sair com o veículo na manhã seguinte, terá carga suficiente para rodar o dia todo. Há também a opção do carregador especial que funciona com 240 volts, que precisa de apenas 9,5 horas para recarga completa. Por fim, locais públicos possuem um carregador especial que reduz o tempo para três horas, segundo a GM.

A GM preferiu não dar mais detalhes sobre todas as 11 novidades que terá em 2019, mas sabe-se que, entre elas, deverá estar a nova geração do Prisma, que já foi revelada na China e tem grandes chances de chegar ao Brasil entre o fim de 2019 e o início de 2020.  O carro será feito sobre uma nova base feita em parceria com a SAIC, braço da marca americana no mercado chinês.  Com a nova plataforma a fabricante terá uma nova família de modelos compactos. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.