Tamanho do texto

Mesmo com a previsão de ser lançada apenas em 2020, executivos demonstram que fabricante aposta no sucesso do novo modelo

Hyundai Santa Cruz promete sucesso por trazer inovações tecnológicas. Entretanto, as rivais tentarão impedir
Divulgação
Hyundai Santa Cruz promete sucesso por trazer inovações tecnológicas. Entretanto, as rivais tentarão impedir

O vai e vem sobre a decisão de produzir a picape Hyundai Santa Cruz acaba de ganhar duas certezas: chegará o quanto antes e terá uma “irmã” da Kia, segundo declarou o chefe de Design Luc Donckerwolke ao site da revista inglesa Autocar. Anteriormente, o executivo da fabricante nos Estados Unidos, Brian Smith, afirmou que o utilitário vai ser lançado apenas a partir de 2020. Será que chegará ainda antes?

LEIA MAIS: Renault estuda chegada da picape Alaskan ao Brasil. Veja vídeo

Entretanto, ainda não se sabe o quanto a versão de produção do Hyundai Santa Cruz será parecida com o protótipo. Pelo pouco que é possível afirmar até agora, o certo é que o novo modelo não será vendido com motor a diesel e terá como objetivo o mercado americano. Embora a versão conceitual seja equipado com um 2.0 turbodiesel, de 192 cv e 41,2 kgfm, outros rumores levantam a hipótese de um 1.6 turbo, de 203 cv e 26,5 kgfm, além de outro 2.4 aspirado, de 187 cv e 24 kgfm. Com isso, rivalizará com Renault Alaskan , Mercedes-Benz Classe X , Mitsubishi L200 e outros deste segmento.

LEIA MAIS: Veja como deverá ficar a nova picape da VW, rival da Fiat Toro e Renault Oroch

Mais do que se sabe sobre o Hyundai Santa Cruz

Executivos da marca
Divulgação
Executivos da marca "correm" para que a chegada do Hyundai Santa Cruz cumpra as expectativas

Ainda sobre a versão conceitual, também é sabido que sua base é a mesma da nova geração do SUV Tucson, bem como que a picape terá cinco lugares e tração integral. Dando uma olhada no desenho da versão conceitual, destacam-se detalhes como o teto de perfil baixo e as portas traseiras abertas para o lado direito no sentido oposto das dianteiras.

LEIA MAIS: Veja as 5 picapes leves e intermediárias que menos desvalorizam no Brasil

Espera-se que o utilitário irá contar com o extensor da parte traseira, projetado como parte de um sistema de carga integrado e extensível. O recurso, incomum em veículos desse tipo, funciona como uma gaveta e permite que o compartimento deslize para trás, oferecendo mais espaço para cargas maiores. Segundo a marca, a área tem capacidade para acomodar até uma moto média.

LEIA MAIS: FCA confirma que terá nova picape média para substituir a Dakota, em 2022

A nova picape com uma enorme grade hexagonal frontal, lanternas espichadas, faróis de neblina de LED e portas traseiras com abertura invertida, que garantem acesso mais fácil aos bancos traseiros. A fabricante espera que a picape assumirá a identidade visual da marca que depois será reproduzida em outros modelos.

LEIA MAIS: Veja as 5 picapes médias mais em conta à venda hoje em dia no Brasil

De qualquer forma, mesmo com o atraso nos planos de lançamento do Hyundai Santa Cruz , a fabricante acredita que o modelo será bem aceito, o que é fundamentado por causa do apelo aventureiro e estiloso do carro que tem como objetivo aumentar o volume de vendas da marca coreana ao redor do mundo, mas, principalmente, no promissor mercado norte-americano.

Fonte: Autocar

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.