Tamanho do texto

A picape é bastante esperada, mas nem a fabricante sabe quando chegará ao Brasil. Assista a entrevista a seguir para saber mais detalhes

Um modelo que ficou meio escondido no Salão do Automóvel, entre 8 e 18 de novembro, foi a picape Renault Alaskan. Era para ter sido lançada oficialmente no evento e com início das vendas no começo de 2019. Mas, os planos foram adiados.

LEIA MAIS: Mercedes-AMG GLA 45 tem o motor 4 cilindros mais potente do mundo

Embora a   Renault Alaskan  tenha sido deixada de lado, a marca  enfatizou muito o seu primeiro carro elétrico a ser vendido no país, o Zoe. A picape é a primeira da marca francesa neste segmento e será produzida na fábrica do grupo na Argentina, juntamente com a Nissan Frontier e com a futura Mercedes Classe X.

LEIA MAIS: Testamos o Mercedes CLS 53 AMG, a última novidade em performance

Mas a crise econômica da Argentina pegou a fabricante e agora o lançamento da Alaskan ainda não tem uma data certa para acontecer. É um carro que está sendo muito esperado e que chegará para preencher um segmento que a marca francesa ainda não tem no Brasil. Sua única picape é a compacta Renault Oroch .

LEIA MAIS: Jeep Renegade 2019: como nasce o SUV?

“Irmã” da Renault Alaskan

O Renault Alaskan, por conta da aliança com a Nissan, é totalmente derivada da já conhecida no nosso mercado Frontier
Divulgação
O Renault Alaskan, por conta da aliança com a Nissan, é totalmente derivada da já conhecida no nosso mercado Frontier

Apesar de ser parecida com a Nissan Frontier (são irmãs gêmeas), a Alaskan brasileira chegará com motorizações e conteúdos diferentes. E pelo que o diretor de comunicação da Renault do Brasil, Carlos Henrique Ferreira, afirmou, seu lançamento teve que ser adiado, mas chegará ao país. O início da produção na Argentina estava marcado para este mês de novembro.

LEIA MAIS: Salão de Paris completa 120 anos de história. Assista ao vídeo da retrospectiva

Chegando antes mesmo que o Renault Alaskan, Zoe é o elétrico que já é vendido no Brasil por R$ 149.990
Caue Lira/iG
Chegando antes mesmo que o Renault Alaskan, Zoe é o elétrico que já é vendido no Brasil por R$ 149.990

A Renault foi uma das marcas que apresentou um carro elétrico no Salão do Automóvel de São Paulo 2018, o Renault Zoe , que já começou a ser vendido em São Paulo e em Curitiba. A Nissan também lançou o Leaf e a Chevrolet o Bolt, ambos também chegarão ao mercado brasileiro em breve. O diferencial do Renault Zoe é o preço. É o mais barato de todos apesar de mesmo assim custar perto de 150 mil reais. É o preço pela novidade.

LEIA MAIS: E-Tron, primeiro Audi elétrico fabricado em série na história da marca alemã

O compacto Zoe, o elétrico mais vendido da Europa, começou a ser oferecido no dia 6 de novembro no Brasil pelo site www.eletricos.renault.com.br. O modelo chega na versão Intense, com preço sugerido de R$ 149.990. Duas concessionárias, a Sinal, em São Paulo, e a Globo, em Curitiba, terão carros para test-drive.

LEIA MAIS: Cactus: será que o SUV dará um “up” na Citroën no Brasil?

Apesar do Renault Alaskan , novidade que chegará para reformular a linha de picapes da marca, o Zoe é quem deverá seguir em destaque. Possui autonomia superior a 300 quilômetros (ciclo WLTP), graças à bateria Z.E. 40. Plugado em uma corrente trifásica de 22 kW, o veículo leva apenas 1h40 para chegar 80% de sua carga total. Além disso, seu motor de alta eficiência energética e uma gestão eletrônica otimizada da bateria limitam o consumo elétrico do veículo na utilização, ao mesmo tempo em que mantém a potência. Lançado no início de 2015, o R90 é um motor 100% Renault.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.