Tamanho do texto

Após de Discovery Sport e Evoque, SUV de entrada da Jaguar da versão P250 mantém os 249 cv no motor 2.0 turbo. Veja mais detalhes e os preços

Jaguar E-Pace com motor flex promete mais conveniência e durabilidade com a gasolina impura do Brasil
Divulgação
Jaguar E-Pace com motor flex promete mais conveniência e durabilidade com a gasolina impura do Brasil

Após Land Rover Discovery Sport e Range Rover Evoque, agora o Jaguar E-Pace adota a motorização flex como opção. Com base nos seus "primos", o SUV britânico teve o motor 2.0 turbo, da família Ingenium, calibrado para rodar com gasolina ou etanol em qualquer proporção. Entretanto, diferente dos dois primeiros modelos, o E-Pace continua sendo importado. Com isso, posiciona-se logo abaixo da versão P300, com 300 cv. Chamado de P250, está disponível nas versões Base, por R$ 233.800, e R-Dynamic S, de R$ 251.300, sem considerar opcionais ou personalização de cores.

LEIA MAIS: Jaguar E-Pace 2.0: utilitário para quem curte acelerar

Um detalhe que vale ressaltar está em sua ficha técnica. Sem alteração de quando utilizava apenas gasolina, o Jaguar E-Pace flex rende 249 cv e 37,2 kgfm — ante 240 cv e 34,6 kgfm dos seus "primos" Evoque e Land Rover Discovery Sport . O câmbio é sempre automático de nove marchas com tração integral inteligente. Segundo a Jaguar, com este motor o SUV chega aos 100 km/h em 7 segundos. Outra novidade é o fim da variante P200, com o motor 2.0 turbo com 200 cv.

LEIA MAIS: Jaguar I-Pace SVR bate recorde e vai de 0 a 100 km/h em mero 1,8 segundo

Com detalhes que lembram de propósito o cupê F-Type, o novo SUV E-Pace mede 4,40 metros de comprimento por 1,60 m de altura e 1,85 de largura. Com entre-eixos de 2,68 m, o carro leva cinco ocupantes sem aperto e suas bagagens no espaçoso porta-malas de 484 litros. Na lista de equipamentos estão incluídos itens como câmera de ré, monitor de fadiga, sensores nos para-choques, bancos dianteiros com ajustes elétricos e rodas de aro 19, na versão mais em conta. Em seguida, na R-Dynamic, os retrovisores têm rebatimento automático, o revestimento do couro é granulado, o GPS é mais complete e as rodas de aro 20.

LEIA MAIS: Jaguar revela o SUV elétrico I-Pace, e põe o Tesla Model X para correr, em vídeo

Mais equipamentos do Jaguar E-Pace

Jaguar E-Pace traz central multimídia sensível ao toque que garante conectividade com smartphones
Divulgação
Jaguar E-Pace traz central multimídia sensível ao toque que garante conectividade com smartphones

É equipado com sistema multimídia, de 10 polegadas, sensível ao toque, e que pode se conectar com vários aplicativos, inclusive Spotify. Além disso, há até quatro pontos de carga de 12 Volts e cinco saídas USB. Outro atrativo é o som de alta-fidelidade, com 15 alto-falantes e 825 watts de potência na versão topo de linha, bem como o cluster de TFT em todas as versões, o que ajuda no aspecto sofisticado do carro e permite configurar os mostradores de acordo com o gosto do freguês.

LEIA MAIS: Grupo Land Rover vai eletrificar a linha Jaguar a partir de 2022

E no topo de linha do Jaguar E-Pace há piloto automático adaptativo com assistente de estacionamento e sistema de frenagem de emergência, mesmo em velocidades mais altas. Aos que conseguiram colocar as mãos na edição de lançamento First Edition, contam ainda com o teto solar panorâmico, rodas com detalhes acinzentados, entre outros equipamentos exclusivos, como acionamento da tampa do porta-malas por gesto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.