Tamanho do texto

Novo modelo aparece na África do Sul, ainda camuflado. Autonomia pode chegar a 450 quilômetros, de acordo com a fabricante

VW I.D. vai marcar novos tempos dentro da linha da marca alemã, inclusive quando o assunto é estilo
Divulgação
VW I.D. vai marcar novos tempos dentro da linha da marca alemã, inclusive quando o assunto é estilo

A Volkswagen mostra imagens e vídeo do primeiro modelo totalmente elétrico da marca, o VW I.D hatchback, cujo nome deverá ser Neo, de acordo com o site americano Autoevolution. O novo modelo aparece em belas imagens gravadas na África do Sul, ainda camuflado, mas apesar dos disfarces é possível notar que o carro tem linhas do protótipo mostrado no Salão de Paris (França), em setembro.

LEIA MAIS: Volkswagen elétrico da família I.D terá até 500 km de autonomia

Ainda conforme a própria fabricante, o lançamento do VW I.D está previsto para 2019, provavelmente durante o Salão de Frankfurt (Alemanha), em setembro próximo. Será o primeiro integrante de uma família de elétricos que terá SUVs, sedã médio e a nova Kombi. A chegada de novos modelos do gênero, entre outros motivos, tem sido motivada pelos incentivos fiscais para modelos elétricos na Europa, onde os carros movidos a combustão tendem a desaparecer gradativamente. 

Por enquanto, a Volkswagen divulga algumas informações técnicas do I.D que incluem a autonomia de cerca de 330 quilômetros na versão mais simples, com baterias de 48 kWh. Também haverá outras versões, que serão capazes de rodar cerca de 480 quilômetros. Portanto, o modelo mais em conta da VW irá ser equivalente aos rivais Nissan Leaf e Renault Zoe.

O VW I.D  conceitual vem com motor de 170 cv e 30,6 kgfm de torque. E a versão que será produzida em série deverá contar com sistema capaz de ter as baterias recarregadas rapidamente em estações de alta voltagem. Entre outras características, itens como o capô de altura mais elevada que a do protótipo está relacionado com a proteção de pedestres. Além disso, chamam atenção detalhes como a pequena janela atrás da coluna dianteira e poucos vincos na carroceria. 

LEIA MAIS: VW vai mostrar bugue elétrico conceitual no Salão de Genebra, em março

Algumas das tecnologias adotadas no VW I.D virão da oitava geração do Golf, que está prestes a chegar ao mercado europeu, uma vez que já foi flagrado em testes quase sem nenhum disfarce. Entre as quais, deverão estar incluído o Head Up Display (HUD), nova central multimídia.

VW I.D: início de uma nova era

VW I.D. será o primeiro modelo elétrico de uma linha completa de novos modelos, assim como foi com Fusca e Golf
Divulgação
VW I.D. será o primeiro modelo elétrico de uma linha completa de novos modelos, assim como foi com Fusca e Golf

A Volkswagen já declarou que, partir de 2026, somente carros elétricos e híbridos sairão das fábricas da matriz. No Brasil, não deveremos esperar que isso aconteça já na próxima década.

 A Volkswagen fez uma mudança estratégica para a produção de carros elétricos após o escândalo envolvendo as emissões de diesel, em 2015, o que forçou a empresa a pagar mais de 27 bilhões de euros (R$ 118 bilhões) em multas por esconder níveis de poluição excessiva.

LEIA MAIS: Volkswagen prepara segunda geração do Up! elétrico para 2020

Segundo o chefe de estratégia, Michael Jost, os desafios que a marca enfrentará serão o de adaptar os carros a gasolina e diesel para atender padrões ambientais durante toda a vida útil, mas agora está comprometida a passos radicais para combater o aquecimento global. Ainda segundo o executivo, como forma de cumprir as metas do acordo climático de Paris, a Volkswagen também mudou suas referências de desenvolvimento de carros para incluir a meta de cortar os níveis de poluição de dióxido de carbono durante a produção

No momento, o desenvolvimento de carros elétricos está em ascensão. No centro da ofensiva de seus veículos “amigos do meio ambiente”, está a plataforma MEB, que será usada não só pela Volkswagen, mas também por Audi, Seat, Skoda e pelos veículos comerciais da empresa. Veja abaixo o vídeo oficial do VW I.D .


    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.