Tamanho do texto

Será o primeiro utilitário da marca desde o antigo Freemont, descontinuado em meados de 2015. Confira mais informações sobre a novidade

O SUV da Fiat terá base no modelo Fastback, atração no Salão do Automóvel do ano passado
Guilherme Menezes/iG
O SUV da Fiat terá base no modelo Fastback, atração no Salão do Automóvel do ano passado

O SUV da Fiat, mostrado ainda em versão conceitual no Salão do Automóvel 2018, está confirmado para o mercado brasileiro. A declaração foi feita pelo presidente do Grupo FCA na América Latina, Antônio Filosa. Junto dele, também está confirmada a nova picape RAM 1500, que será trabalhada como um veículo de nicho (ou seja, baixo volume de importação).

LEIA MAIS: Honda City terá versão híbrida na próxima geração

Isso confirma as apurações do nosso colunista Glauco Lucena, do AutoBuzz, ainda durante o Salão do Automóvel.  A FCA é líder na categoria, graças ao sucesso dos modelos Renegade e Compass , e o novo SUV da Fiat poderia ser tão bem-sucedido quanto. Ainda de acordo com Filosa, a marca promoverá novas investidas em mercados como Brasil, Colômbia e Peru. Por conta da crise, a Argentina é vista como um desafio pelo executivo italiano. Também nos foi antecipado que o novo SUV não será global. "Estamos trabalhando em um modelo totalmente focado para o gosto dos nossos clientes latino-americanos", revela Filosa. 

LEIA MAIS: Audi terá 18 lançamentos em 2019, incluindo nova geração do A3

Outra atração do estande da Fiat no Salão do Automóvel foi o crossover 500X , feito com base no subcompacto premium Cinquecento . O modelo ainda não recebeu sinal verde, e dependerá da queda do euro nas cotações, uma vez que é produzido na Europa.

SUV da Fiat e picapes

O SUV da Fiat terá muito de sua base compartilhada com a Toro, grande sucesso na categoria das picapes intermediárias
Divulgação
O SUV da Fiat terá muito de sua base compartilhada com a Toro, grande sucesso na categoria das picapes intermediárias

Filosa também comemora o desempenho da marca no setor de veículos comerciais. Strada e Toro lideram as vendas da categoria, o Fiorino é um dos poucos furgões à venda no Brasil e o novo Ducato mostra números positivos de vendas. "Quando um País começa a se desenvolver, o setor agrônomo cresce bastante. Atuar no segmento de picapes é muito importante em um mercado como o Brasil", exemplifica o executivo. Uma possível substituta para a Strada também está nos planos da marca, mas FIlosa garante que o modelo não será baseado no Mobi.

LEIA MAIS: Nova picape da Ford chega em breve, para concorrer com a Toro

Sobre a RAM 1500, o presidente da FCA para a América Latina diz que a picape deverá chegar em meados do segundo semestre, ainda sem preço definido. "Dependemos da cotação do dólar para importar o modelo dos Estados Unidos. Isso será definido mais à frente", diz FIlosa. Nos resta aguardar as próximas movimentações sobre o SUV da Fiat .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas