Tamanho do texto

Produção foi confirmada pelo vice-presidente executivo da marca. Confira o que já sabemos sobre ela e suas futuras rivais

Rumores sugerem que a nova picape da Ford poderá resgatar o nome Ranchero, de meados dos anos 60
Kleber Pinho da Silva
Rumores sugerem que a nova picape da Ford poderá resgatar o nome Ranchero, de meados dos anos 60

Desde que a antiga Courier foi descontinuada, a Ford deixou de atuar na categoria de picapes abaixo de R$ 100 mil. Por enquanto, o único veículo com caçamba disponível em sua linha é a Ranger, mas isso está para mudar de acordo com o site Automotive News. Conforme a publicação, o vice-presidente executivo da marca, Jim Farley, mencionou que a nova picape da Ford ficará em uma categoria inferior ao modelo médio.

LEIA MAIS: VW Golf da nova geração é flagrado sem disfarces na Alemanha

Não é a primeira vez que a Ford se aventura entre as picapes intermediárias. Entre as décadas de 50 e 70, a marca vendia um modelo chamado Ranchero nos Estados Unidos, feito com base no antigo Torino. Tal como ela, a nova picape da Ford para a próxima década teria base compartilhada com o Focus.

LEIA MAIS: Novo Chevrolet Prisma é visto em testes no Brasil. Chega ao mercado em breve

Apesar do anúncio emergir semanas depois da aliança com a Volkswagen, o projeto está adiantado. Isso descarta qualquer possibilidade da nova picape intermediária da Ford compartilhar sua base com a Tarok , apresentada ao público pela primeira vez no Salão do Automóvel de 2018. Vale lembrar que as marcas confirmaram que os primeiros produtos em conjunto serão as próximas gerações de Ranger e Amarok.

Além da nova picape da Ford

Assim como a nova picape da Ford, o modelo da GM deverá ser montado sob uma nova plataforma global
Kleber Pinho da Silva
Assim como a nova picape da Ford, o modelo da GM deverá ser montado sob uma nova plataforma global

Enquanto picapes compactas perdem importância, as fabricantes investem cada vez mais em modelos intermediários. Além de Ford e Volkswagen, a GM também prepara uma concorrente para a Fiat Toro. Feita sob uma nova plataforma global para mercados emergentes, o modelo deverá aparecer ainda em 2020.

LEIA MAIS: Aceleramos o raro Fiat Coupé no Autódromo de Interlagos. Assista ao vídeo

De acordo com o site GM Authority, a chegada do novo modelo colocará um fim à produção da Montana, feita em São José dos Campos (SP) desde 2011. Ela será feita sob a plataforma GEM (Global Emerging Markets), que também poderá ser a base para a próxima geração do Onix. Seria o equivalente à plataforma MQB do Grupo Volkswagen, que equipa desde o hatch compacto Polo, até o SUV médio Tiguan.

LEIA MAIS: Nova picape da GM chega em 2020 para concorrer com a Fiat Toro

Assim como a nova picape da Ford , o designer  Kleber Pinho da Silva elaborou uma projeção sobre como seria o design da picape, utilizando a identidade visual do Tracker como referência. “Esta base proporcionará a adequação de novas tecnologias focadas na conectividade, segurança e eficiência por um valor competitivo”, diz Mark Reuss, vice-presidente de desenvolvimento de produto da Chevrolet.

Fonte:  Automotive News

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas