Tamanho do texto

Marca de pneus norte-americana tem feitos pioneiros e hoje traz uma gama de modelos em sua linha que atendem diversos públicos

Com 100 anos de Brasil, a Goodyear é uma das marcas mais tradicionais do nosso mercado em diversos segmentos
Divulgação
Com 100 anos de Brasil, a Goodyear é uma das marcas mais tradicionais do nosso mercado em diversos segmentos

A Goodyear comemora 100 anos de vendas no Brasil. Entretanto, a celebração já havia se iniciado no ano passado, durante o Salão do Automóvel de São Paulo, onde lançou o logotipo comemorativo do centenário e trouxe dois pneus conceituais ao Brasil: o Eagle 360 Urban e o Oxygene. Com dez anos de vida nos EUA, vinha ao Brasil em 1919 visando um mercado que na época tinha potencial de expansão, algo que realmente era verdade, uma vez que hoje somos o 7º maior mercado automotivo do mundo.

LEIA MAIS: Aceleramos o Chevrolet Camaro SS com novos pneus Goodyear. Veja o teste

Atualmente, a linha é composta pelas grifes Wrangler — pensada para versatilidade e capacidade off-road; Eagle — focada em modelos esportivos; EfficientGrip — elaborado, segundo a marca, para oferecer desempenho, tanto em pisos molhados como secos, com segurança e excelente tração; Assurance — para durabilidade e economia para carros compactos; Direction, que a empresa afirma ser voltado aos que procuram conveniência; e por fim o Cargo, que segundo a Goodyear , é focado nos motoristas que buscam custo-benefício.

LEIA MAIS: Goodyear mostra pneu esférico e flutuante, feito para carros do futuro

Trajetória da Goodyear no Brasil

A Goodyear, atualmente, conta com uma pista de testes exclusiva, para o desenvolvimento de novos produtos
Divulgação
A Goodyear, atualmente, conta com uma pista de testes exclusiva, para o desenvolvimento de novos produtos

Em 1919 a empresa montava seu primeiro escritório de vendas no Rio de Janeiro, com um armazém para os pneus importados. De lá para cá, avançou em portfólio e porte, com a inauguração de sua primeira fábrica, em 1939, em São Paulo, no bairro do Belenzinho, para a fabricação de pneus e saltos de sapatos. Já em 1943, iniciou a produção de pneus de avião, e no ano seguinte, de mangueiras e correias.

LEIA MAIS: Sete materiais que prometem revolucionar o mundo automotivo

Entre os principais feitos da empresa no Brasil, estão a adoção do raiom no lugar do algodão nas lonas dos pneus (1938), primeiro milhão de pneus fabricados no Brasil (1946), lançamento do pneu Papaléguas (1954) — que por mais de cinco décadas fez parte de várias gerações de profissionais do transporte —, criação de departamento para atender as fabricantes de veículos (1957), início do fornecimento oficial de pneus para Fórmula 1 (1968), inauguração da fábrica de Americana (SP) — a maior da empresa na América Latina (1973)—, criação dos primeiros pneus radiais para automóveis (1977) e radiais de aço para caminhões e ônibus (1978), implantação dos auto centros Goodyear (1987) e início dos voos do dirigível Spirit of the Americas no Brasil (1998).

Já em tempos mais recentes, nos anos 2000, a empresa inaugurou uma fábrica de materiais para recauchutagem em Santa Bárbara (SP), além de reiniciar a produção de pneus de avião flight leader. Enquanto isso, no ano seguinte, a fábrica de Americana ganhou um campo de provas, e em 2012, a unidade recebeu investimento de US$ 240 milhões para modernização e ampliação. Mais recentemente, em 2016, a Goodyear apresentou o pneu Eagle 360 no Brasil, o primeiro do país a receber o protótipo após o seu lançamento no Salão de Genebra (Suíça), naquele mesmo ano.