Tamanho do texto

Executivo assume o cargo em abril e passa a se reportar a Barry Engle, atual vice-presidente executivo e presidente da General Motors Internacional

Carlos Zarlenga é o novo presidente da GM na América do Sul, passando a chefiar as operações da marca em 9 países
Divulgação
Carlos Zarlenga é o novo presidente da GM na América do Sul, passando a chefiar as operações da marca em 9 países

O atual presidente da GM Mercosull, Carlos Zarlenga, é promovido a presidente da GM América do Sul, passando a atuar não apenas no Brasil e Argentina, mas também no Chile, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, Paraguai e Uruguai, a partir de 1° de abril de 2019.

LEIA MAIS: Carlos Zarlenga, presidente da GM Mercosul, em entrevista exclusiva para o iG

Com isso, Zarlenga vai se reportar ao atual vice-presidente executivo e presidente da GMI (General Motors International), que será responsável pela nova região GM Americas, que congrega todas as operações da América do Norte, Central e do Sul. Engle continuará a reportar-se a Mary Barra, Chairman e CEO global da General Motors.

Outra mudança é que o atual presidente da GM GM South America West (Chile, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, Paraguai e Uruguai), continua a exercer o cargo e passa a reportar para Zarlenga, de 45 anos, que assumiu o cargo de presidente da General Motors (GM) Mercosul em janeiro de 2017.

Conforme Barry Engle , "Carlos tem uma trajetória de sucesso na liderança das operações da Argentina e Brasil e foi o responsável pela unificação das operações dos dois países na GM Mercosul em 2017, explorando sinergias, acelerando o processo de decisão e otimizando resultados na região".

LEIA MAIS: Assim como a GM, outras marcas têm grandes desafios no mercado automotivo

Ainda de acordo com Engle, a experiência de Zarlenga, além do seu conhecimento técnico e capacidade de liderar o time em momentos cruciais da história recente da empresa na região o credenciam como o executivo certo para assumir esta importante responsabilidade, no momento em que a nossa empresa continua simplificando sua estrutura, buscando eficiências e reorganizando o modelo de negócio".

Zarlenga e a GM da América do Sul

Fábrica da GM em Joinvile, onde são montados os motores de modelos como Onix, Prisma e Cobalt
Divulgação
Fábrica da GM em Joinvile, onde são montados os motores de modelos como Onix, Prisma e Cobalt


 “É uma honra assumir este novo desafio. Conto com a experiência e profundo conhecimento de mercado de Ernesto Ortiz na missão de conduzir o negócio na região, continuando a encantar nossos clientes e mantendo a liderança da nossa marca Chevrolet há mais de 17 anos na América do Sul. A nova organização vai dar mais agilidade e eficiência à operação”, diz Carlos Zarlenga.

Carlos Zalenga também atuou como vice-presidente e diretor financeiro da GM Coreia (2012-2013), incluindo o papel de diretor no conselho de administração da GM Uzbequistão, uma joint venture da GM com o governo de Uzbequistão.

LEIA MAIS: GM terá 11 lançamentos no Brasil em 2019 e aposta nos elétricos

Antes de se juntar à GM,  o executivo serviu por mais de 15 anos na General Electric na Europa, Ásia e Estados Unidos. Entre outros papéis de liderança, foi CFO da General Electric Consumer & Industrial, Europa, Oriente Médio e África. Zarlenga é cidadão argentino/espanhol, graduado em economia pela Universidade de Belgrano em Buenos Aires, Argentina.