Tamanho do texto

Com produção limitada em apenas 200 unidades, moto remonta a antecessora dos anos 70, mas traz tecnologias de última geração

MV Augusta Brutale 800 RR America:  A motocicleta icônica dos anos 70, mas com tecnologias de última geração
Divulgação
MV Augusta Brutale 800 RR America: A motocicleta icônica dos anos 70, mas com tecnologias de última geração

A marca de motocicletas italiana MV Agusta tem como tradição apresentar séries especiais de seus modelos. Desta vez, a Brutale 800 RR Dragster foi o modelo escolhido, ganhando as cores da bandeira dos Estados Unidos. Com pintura azul, branca e vermelha — o “red white and blue” — tornou-se a versão America Special. Baseada no modelo convencional, a inspiração vem da histórica MV S America 750, esportiva de quatro cilindros e comando duplo no cabeçote, que produzia 75 cv nos anos 70. As únicas 200 unidades produzidas chegam às lojas nos Estados Unidos, neste mês, por US$ 18.000 (ou quase R$ 100.000).

LEIA MAIS: MV Agusta Brutale 800, a moto do tipo naked que faz jus ao nome. Veja avaliação

A nova MV Augusta fora de série, entretanto, é equipada com motor de 798 cc de cilindrada, três cilindros, 12 válvulas, que oferece 140 cv (12.300 RPM) e 9 kgfm (1000 RPM). Desse modo, é capaz de superar os 244 km/h. Com diversas atualizações no chassi desde a versão convencional, a Brutale 800 RR também traz novas tecnologias. Entre elas, estão quatro modos de pilotagem, controle de tração com oito níveis de intervenção e câmbio com mudanças de marcha assistidas, sem apertar a embreagem. A série limitada, especificamente, vem com assento diferenciado e a inscrição “America Special Edition” no radiador e no painel (além da pintura tricolor).

LEIA MAIS: MV Agusta ganha série Brutale Pirelli Edition, a mais italiana de todas as motos

Vale lembrar que o seu comportamento dinâmico agressivo — que é quase uma marca registrada da fabricante de motocicletas esportivas italianas — independe do que compõe o chassi da Brutale. Quanto à suspensão, traz amortecedor da Marzocchi com garfo invertido na frente, enquanto a suspensão traseira é progressiva e com amortecedor único. O sistema de freios vem com discos duplos flutuantes de 320 mm na frente e disco simples de 220 mm atrás.

LEIA MAIS: MV Agusta F4Z é revelada com design feito pelo centro de design da Zagato

Outra edição especial da MV Augusta Brutale Dragster

MV Augusta da edição especial Lewis Hamilton toma como base a mesma versão convencional para a América
Divulgação
MV Augusta da edição especial Lewis Hamilton toma como base a mesma versão convencional para a América

A parceria da MV Agusta com o piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton , há quatro anos, segue gerando novidades. A mesma Brutale América, na edição especial de Hamilton, é batizada de Brutale 800 RR LH44. Entretanto, ao invés de uma temática patriota, esta tem como objetivo principal a esportividade e a agressividade, evidente pela combinação de cores preto e vermelho.

LEIA MAIS: Suzuki Katana, sucessora da clássica dos anos 80, ganha o seu registro no Brasil

O piloto inglês não só serviu de inspiração para a criação do modelo, como contribuiu no seu desenvolvimento. Os designers da MV Agusta revelam que, além dos resultados obtidos nas pistas (após testes de desempenho), Hamilton trouxe criatividade, estilo e atenção aos detalhes na concepção das motos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.