Tamanho do texto

Marca disponibiliza o curso Driving School para aventureiros iniciantes. Veja como foi nossa experiência com o utilitário da marca japonesa

Mitsubishi L200
Cauê Lira/iG Carros
A Mitsubishi L200 Triton Sport mostra que é capaz de superar qualquer desafio nos cursos ministrados pela marca

A Mitsubishi L200 é uma das picapes de maior engajamento nas redes sociais. Além das mais de 600 mil fotos marcadas no Instagram com diversas hashtags, a “bruta” também tem alguns dos fã-clubes mais populares e envolvidos do Brasil. Faça o teste e tente procurar por um registro em que a picape não esteja completamente suja de terra, enfrentando riachos ou desbravando terrenos inóspitos. É praticamente impossível.

LEIA MAIS: Mitsubishi L200 Triton de nova geração é revelada na Tailândia

Muito disso parte da aproximação da marca com seus clientes. A Mitsubishi tenta elevar a experiência de quem compra uma Triton, como se o proprietário agora fizesse parte de um clube de apaixonados. Isso é fundamental para gerar a sensação de posse entre clientes dos modelos Mitsubishi L200 , Pajero, ASX e Eclipse Cross .

Por mais um ano, fomos convidados para participar das atividades do Dia 4x4 (celebrado sempre em quatro de abril), onde a marca organiza workshops e aulas sobre como se comportar no fora de estrada. Além das lições do Driving School , que ensina técnicas práticas de condução em terrenos acidentados, também tive o privilégio de rodar ao lado do pentacampeão do Rally dos Sertões , Guiga Spinelli, em uma L200 preparada.

A programação era composta por três etapas. Na primeira, deveríamos passar por um traçado cheio de obstáculos montado pela Mitsubishi, com a famosa caixa-de-ovos e um pequeno trecho de alagamento. Apesar de simples, foi possível avaliar a rigidez estrutural da picape enquanto enfrentava pirambeiras.

De acordo com a marca, a Triton pode enfrentar até 60 cm de água - considere que as ondas causadas pelo movimento podem chegar a 1 metro. Outro tópico interessante é o efeito “splash” no dissipador de água. A L200 passa por pequenos riachos sem arremessar água sobre o parabrisa dianteiro. Quem já fez trilha com um Troller, por exemplo (você pode conferir nossa experiência abaixo) sabe que o jipinho atira água com força contra a dianteira.

LEIA MAIS: Mitsubishi Eclipse Cross 2019: o segredo do equilíbrio

Neste ponto, deu para sacar a importância do workshop disponibilizado pela marca aos clientes. Não tinha ideia de que, mesmo com um snorkel, é preciso abaixar pelo menos uma das janelas do carro para passar por trechos alagados. Por conta da pressão da água - e dependendo da altura - às vezes não é possível baixar o vidro, caso o carro não consiga superar o obstáculo.

O Rally de Regularidade da segunda atividade é uma das provas mais técnicas e matemáticas do mundo automobilístico. Piloto e navegador precisam seguir um trajeto determinado na planilha, mantendo medidas e a velocidade pré-estabelecida. Os pontos de referência, normalmente, são naturais, como cupinzeiros e árvores, mas é necessário ficar esperto no relógio.

Aqui vale a menção de que todos os modelos da L200 Triton Sport são equipados com o moderno motor 2.4 turbodiesel, de alumínio, com 190 cv de potência e 43,9 kgfm de torque, capaz de fazer 9,9 km/l na cidade e 11,8 km/l na estrada, conforme dados do Inmetro. De acordo com os engenheiros da marca, a turbina de geometria variável permite que o motor da bruta entregue alto torque em baixas rotações e muita potência em regimes elevados, sem abrir mão da confiabilidade do condutor.

Ao resgate com a Mitsubishi L200

Mitsubishi L200
Divulgação
Feita em Catalão (GO), a Mitsubishi L200 forma a dupla de picapes nacionais com Chevrolet S10

A última prova simulava uma missão de resgate. Teria que circular os arredores da fazenda em Bragança Paulista (SP) para localizar um rapaz. Neste ponto, seria necessário utilizar diversos modos de condução: 4x2, 4x4 convencional, 4x4 com bloqueio do diferencial central e 4x4 reduzida.

LEIA MAIS: Mitsubishi revela novo Pajero Sport no Salão do Automóvel 2018, em São Paulo

As trocas podem ser feitas facilmente por meio do seletor no console central. A bruta também integra o bloqueio do diferencial do eixo traseiro. A picape é a única a trazer hastes atrás do volante (inspiradas no Lancer Evo) para permitir as mudanças de marcha sequenciais.

Você pode se inscrever nas diversas atividades disponibilizadas pela marca pelo site Mundo Mit. Além do 4x4 Driving School, também poderá levar sua Mitsubishi L200 para os eventos 4x4 Advanced, Experience e Outdoor. O plano para piloto custa R$ 950 (incluindo apostilas, alimentação e certificado), com mais R$ 350 por acompanhante e R$ 150 para crianças. A próxima etapa acontecerá no dia 25/05, em Bragança Paulista.

Ficha técnica

Mitsubishi L200 Sport HPE-S
Preço: R$ 174.990
Motor: 2.4 turbodiesel, em alumínio, 
Potência: 190 cv
Torque: 43,9 kgfm 
Suspensão: independente, braços sobrepostos (dianteira), eixo rígido (traseira)
Freios: disco ventilado (dianteira), tambor (traseira)
Pneus: 265/70 R16
Caçamba: 1046 litros
Tanque: 75 litros
Consumo: 9,9 km/l (cidade), 11,8 km/l (estrada)