Tamanho do texto

Picape tem nova identidade visual da marca e sistema de tração aprimorado. Mas, não há qualquer previsão de chegada ao Brasil

Nova Mitsubishi L200 Triton, se chegasse hoje no Brasil, seria uma rival de peso pela oferta de equipamentos
Divulgação
Nova Mitsubishi L200 Triton, se chegasse hoje no Brasil, seria uma rival de peso pela oferta de equipamentos

A nova picape Mitsubishi L200 Triton é revelada na Tailândia. Embora pareça uma nova geração, a mudança promovida é apenas uma reestilização mais profunda, com dianteira e traseira totalmente novas. Apesar disso, não há qualquer previsão de chegar ao Brasil.

LEIA MAIS: Mitsubishi revela novo Pajero Sport no Salão do Automóvel 2018, em São Paulo

Na dianteira, a nova Mitsubishi L200 Triton adota a recente linguagem visual da Mitsubishi, com barras cromadas que vão dos faróis ao para-choque, interligadas por mais duas barras também cromadas, assim como no novo Eclipse Cross . Além disso, os faróis são parecudos com modelos como o Citroën C4 Cactus, Fiat Toro e Hyundai SantaFe, com separação do conjunto em dois pares. Eles abrigam projetores de facho baixo e as luzes de circulação diurna (DRL). Nas peças do para-choque, estão o farol de neblina e o indicador de direção.

LEIA MAIS: Mitsubishi Eclipse Cross: teste e opinião de um consumidor

A traseira da picape também mudou. Agora tem novas lanternas com formato mais quadrado e iluminação de LED, mas mantém um vestígio do modelo antigo. Os vincos na tampa traseira ficaram, e agora não se relacionam a nenhum outro elemento. Enquanto isso, na lateral, os paralamas perdem as molduras e a tampa do bocal do combustível troca o formato redondo pelo quadrado. O resultado é uma aparência mais limpa.

LEIA MAIS: Mitsubishi Eclipse Cross 2019: o segredo do equilíbrio

Novidades por debaixo do capô do Mitsubishi L200 Triton

Interior do Mitsubishi L200 triton é diferente principalmente pelo volante e o cluster
Divulgação
Interior do Mitsubishi L200 triton é diferente principalmente pelo volante e o cluster

Entre tantas novidades, a mecânica ainda é mantida em segredo. A única pista dada pela Mitsubishi é que um novo câmbio de 6 marchas substituirá o atual e já defasado, de 5. A reestilização também trouxe mais equipamentos de tecnologia à picape. Agora passa a ter um sistema de frenagem pré-colisão, sensor de pontos cegos e alerta de tráfego cruzado. Acima de tudo, a principal novidade é um sistema que reduz o risco de acidentes por acelerações mais fortes em um espaço reduzido, como no trânsito pesado de grandes cidades.

LEIA MAIS: Mitsubishi ASX 2.0 revela robustez por trás de projeto maduro

Por fim, com o objetivo de deixar a condução ainda mais segura em determinadas situações, agora o motorista poderá selecionar o terreno a ser enfrentado, com as opções de Areia, Pedra, Cascalho e Lama/Neve. Isso já era encontrado em modelos mais refinados, como o esportivo Lancer Evolution . Entre as suas variantes, a picape terá versões com molas para carga pesada na traseira e sistema multibraço no eixo dianteiro, mas ainda com carroceria montada sobre chassi.

LEIA MAIS: L200 Triton Sport: picape feita para todo terreno

Atualmente, o Mitsubishi L200 Triton vem com sistema multimídia de 7 polegadas, bem como é equipado com Android Auto e Apple Car Play, áudio streaming e conexão WiFi, que permite o acesso a aplicativos nativos, como Waze e Spotify. Já a versão de topo HPE adiciona rodas diamantadas de 16 polegadas, grade e faróis Dark Chrome, que estão integrados com o visual da parte dianteira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.