Tamanho do texto

Esportivo feito com 320 mil peças de brinquedo levou 1.200 horas para ficar pronto e tem faróis e lanternas que acendem de verdade. Saiba mais detalhes

Honda Civic Type R feito de Lego
Divulgação
Honda Civic Type R feito com peças de Lego exibe linhas fieis às do esportivo original com motor de 320 cv

O Honda Civic Type R, um dos carros mais velozes da marca japonesa, foi recriado em uma escala de tamanho real a partir de blocos de Lego. Uma equipe de nove pessoas, liderada por Ryan McNaught — um Lego Certified Professional — levou mais de 1.300 horas para concluir o projeto, durante o qual eles usaram mais de 320.000 peças. Como base, projeto dependeu de uma estrutura de aço, na qual todos os tijolos foram colados juntos.

LEIA MAIS: Bugatti Chiron feito de Lego anda de verdade

Tamanha complexidade do projeto levou a desafios igualmente desafiadores. Entre os maiores, está a fragilidade dos limpadores de janela e a asa traseira, que precisavam imitar ao máximo os que equipam o Honda Civic de verdade. No final, tudo se encaixou muito bem, mas isso não foi o suficiente para a equipe ficar satisfeita por completo.

Algo bastante impressionante é a presença funcional da parte elétrica do carro de Lego , que que podem ser ligadas e desligadas usando um tablet iOS. Segundo McNaught: "Adoramos o desafio deste projeto.

O carro é moldado com uma quantidade considerável de linhas curvas, tornando a construção difícil, na mesma medida que interessante. Não deixamos os mais minuciosos detalhes de lado, e o resultado foi bastante diversão, apesar do trabalho duro”.

LEIA MAIS: Oficina cria carrinho de LEGO que funciona e se locomove sozinho. Veja vídeo

A partir de agora, a própria Honda mostrará este Type R em diferentes eventos na Austrália nos próximos meses. Sua primeira apresentação será no dia 28 de abril no Channel Nine, durante o programa de TV "LEGO Masters", que será julgado por McNaught e Hamish Blake.

LEIA MAIS: Honda Civic Type R ganha chances de ser importado para o Brasil

Segundo o diretor da Honda Austrália, Stephen Collins: "a Honda é uma empresa que tem tudo a ver com criatividade e inovação, por isso é ótimo apoiar um programa familiar que reflita tão bem esses ideais. Por meio do Lego Masters, veremos alguns dos sonhos dos participantes e também dos fãs ganhando vida. Temos orgulho de ajudar a impulsionar isso".

Outra recente criação, usando Lego

No dia 20 de fevereiro, uma VW Kombi de Lego foi revelada em Munique (Alemanha). Entretanto, não se tratava apenas de um projeto qualquer. Durante apenas seis semanas, o projeto levou um total de 400 mil peças.

Rene Hoffmeister e Pascal Lenhard, dois dos 12 profissionais com reconhecimento e certificação da Lego, projetaram o modelo de 700 kg a partir de uma criação em 3D. O resultado? Mais de cinco metros de comprimento, quase dois de largura, para três de altura, com o teto escamoteável totalmente erguido.

LEIA MAIS: Batmóvel com mais de 340 mil peças de Lego aparece no Salão de Detroit

A Kombi de Lego, na geração produzida entre os anos de 1967 e 1971, é um dos modelos que mais levou os blocos durante a sua composição. Só para fazer os vidros, por exemplo, foram 20 mil deles.

Devido a dificuldade de achar tanta peça, e entre elas, algumas tão diferenciadas dos Legos mais comuns, os especialistas afirmam ter trabalhado inclusive nas madrugadas, pois quando não estavam procurando as peças, estariam montando o carro. Seja o Honda Civic Type R, seja a Kombi, e outros carros de lego, a busca pela perfeição é a grande chave para um projeto bem sucedido.