Tamanho do texto

SUV compacto que vem em 2020 traz novo volante, painel de instrumentos, central multimídia e mais. Confira como ficou por dentro e por fora

Chevrolet Tracker
Newspress/Divulgação
Chevrolet Tracker de nova geração traz Entre as novidades, estão uma grade dianteira mais afilada e novos faóis de neblina

Quando foi revelado no Salão de Xangai (China), o novo Chevrolet Tracker foi revelado somente em seu exterior, uma vez que estava com vidros escurecidos e portas trancadas, para que ninguém o visse por dentro. Entretanto, a fabricante acaba de divulgar as fotos do seu interior. O SUV compacto será produzido e vendido no Brasil em 2020.

LEIA MAIS: Chevrolet Cruze Black Bow Tie: hatch médio para poucos e bons

O novo Chevrolet Tracker terá a nova central multimídia posicionada como um apêndice (similar ao Fiat Argo e aos Audi), novo volante que equipará os carros da marca e um painel de instrumentos com dois contadores analógicos. Além disso, estão confirmados os seus novos equipamentos. Entre os quais, haverá teto-solar na versão de topo, computador de bordo com tela LCD colorida de 3,5 polegadas e uma central multimídia de 8 polegadas.

As outras novidades do Tracker

Chevrolet Tracker
Newspress/Divulgação
Na traseira, novas lanternas, design sombreado na tampa do porta-malas, pára-choque e desenho do vidro traseiro

O carro tem ampla grade dianteira em formato hexagonal, faróis estreitos com filetes de LED e linha de cintura alta. Ainda entre os detalhes mais marcantes estão as lanternas traseiras em posição elevada e a grande tampa do porta-malas, que tem capacidade para 390 litros, chegando a 1.334 litros com os bancos traseiros rebatidos — melhor que os 306 litros do modelo atual.

LEIA MAIS: GM faz mais revelações do Novo Onix Sedan, acima do Chevrolet Prisma

O registro feito na China ainda revela suas medidas. O novo Tracker será 2 centímetros maior, com 4,27 metros de comprimento, 1,79 m de largura, 1,60 m de altura e 2,57 m de entre-eixos. Como comparação, o modelo atual tem 4,25 m de comprimento e 2,55 m de entre-eixos. Curiosamente, o entre-eixos é menor do que o do novo Prisma, que medirá 2,60 m.

Outro detalhes técnico interessante revelado no país asiático é que terá o novo motor 325T, que corresponde ao 1.0 turbo, de três cilindros e 115 cv, que a GM deverá fabricar em Joinville (SC), a partir do final deste ano. Assim que chegar ao Brasil passará ser um dos principais rivais do VW T-Cross 1.0.

LEIA MAIS: Novos Onix, Prisma e Tracker nacional conseguirão manter a GM na liderança?

Com a mesma base do novo Chevrolet Tracker serão feitos outros modelos, como os novos Onix, Prisma, a nova geração do Spin e a picape intermediária, menor que a S10, que chegará para concorrer no mesmo segmento onde estão atualmente a Fiat Toro e a Renault Oroch e que ainda contará com o Volkswagen Tarok. Os novos produtos são fruto de investimento no Brasil de R$ 6,5 bilhões, metade dos R$ 13 bilhões anunciados em 2015.