Tamanho do texto

Evento da Auto Show Collection no Anhembi (SP) irá reunir vários VW Fusca e seus donos para relembrar o seu sucesso no Brasil e no mundo

VW Fusca
Divulgação
Hoje terá a "noite do Fusca", no Sambódromo do Anhembi, para celebrar os 60 anos do VW Fusca nacional

Em 2019, o primeiro VW Fusca nacional faz 60 anos. E é com isso que o Auto Show Collection — exposição de carros no Sambódromo do Anhembi — fará uma comemoração especial para relembrar a sua chegada ao Brasil em 1953 (importado) e a produção em 1959, na fábrica de São Bernardo do Campo. A “noite do Fusca” acontecerá hoje (4), das 18h às 23h, por R$ 30 para expositores (antigos acima de 30 anos e modificados acima de 3 itens), R$ 25 para motos, R$ 15 para passageiros, R$ 60 para vagas VIP, R$ 25 para pedestres, R$ 45 para estacionamento interno e R$ 12 para meia entrada.

LEIA MAIS: Raro VW Fusca de 1964, quase sem uso, está à venda por US$ 1 milhão nos EUA

O “carro do povo”, desenhado por Hitler e projetado por Ferdinand Porsche, foi o carro mais vendido em toda a história automotiva (21.529.464 unidades, entre 1938 e 2003). pouco tempo depois do lançamento, o VW Fusca (chamado assim no Brasil) ganhou inúmeras variantes, como Beetle, Bug, Käfer, Type 1, Carocha, Coccinelle, Escarabajo, Maggiolino e outros.

Como é de se esperar, principalmente ao saber quem foram os criadores, o Fusca foi desenvolvido durante a Segunda Guerra Mundial. E com isso, seu vínculo com os veículos militares é direto. O maior deles é o motor, com sistema de arrefecimento que precisava ser a ar para que quando o exército alemão estivesse em campanha em desertos e outros lugares com pouca água, não tivessem o problema de superaquecimento por falta dela.

LEIA MAIS: VW Fusca com 530 mil km, de única dona, é restaurado de graça

Tendo se mostrado bastante eficiente e barato em situações extremas, e com a exigência de Hitler para que a VW criasse um carro que coubesse no bolso do povo, que passasse dos 100 km/h, o trem de força foi muito bem recebido por Porsche, inclusive para as inúmeras corridas que participou (e ainda participa) no mundo todo.

O Fusca e o Brasil

VW Fusca
Divulgação
O VW Fusca acelerava o país, desbravava as estradas difíceis no período militar e ocupa espaço em milhões de corações

Foi o Fusca que, em 1953, deu início não só à própria história, como também à da Volkswagen no Brasil. Naquele ano começou a montagem, na capital paulista, de modelos com peças importadas da Alemanha. A fabricação nacional começou em 1959 e foi até 1986. Tamanho foi o seu sucesso por aqui que, dele, surgiram ainda outros projetos entre esses anos, como a Brasília, Variant, TL, VW Kombi , SP2, Karmann Ghia e outros.

LEIA MAIS: Fusca Série Prata traz customização no estilo "german look"

Em 1993, o Fusca voltou à linha de produção, a pedido do então presidente Itamar Franco . A nova fase durou até 1996. Houve até uma última versão, a Série Ouro, que teve apenas 1.500 unidades. Ao final, só no Brasil foram fabricados 3,3 milhões deles Fuscas, uma marca nos coloca como um dos mais relevantes na história do VW Fusca . Assim, além de popular, é um dos carros mais colecionados do Brasil, com exemplares da Série Ouro na casa dos R$ 50 mil, e os mais valorizados (alemães. cabriolet) que podem superar os R$ 140 mil.