Tamanho do texto

Novidade chega em 2020 para todos os SUVs da linha XC, com a possibilidade do comando de voz gerenciar outras tarefas

Volvo arrow-options
Divulgação
Volvo eleva o nível de conectividade como uma das medidas para modernizar a linha 2020, que terá XC40 elétrico

A Volvo acaba de revelar a atualização do sistema multimídia de seus carros, adicionando a função Android Auto e compatibilidade com o Google Maps. Outra novidade é que os condutores agora podem usar a voz para comandar as configurações climáticas, a navegação, além da reprodução de músicas e mensagens. A novidade estará em toda a linha de SUVs, que engloba o XC40, o XC60 e o XC90, a partir de 2020.

LEIA MAIS: Volvo XC40 é lançado em versão especial, com mais equipamentos

Os novos preços para os modelos que virão com a novidade ainda não foram divulgados (para saber se haverá algum reajuste). Por outro lado, a marca aposta no sucesso da nova tecnologia: "Finalmente, estamos dando a você a mesma experiência em seu carro com a qual você está acostumado no telefone, mas adaptado para uma interação segura enquanto dirige", diz Henrik Green, executivo da Volvo .

LEIA MAIS: Caminhão autônomo da Volvo inicia transporte de carga na Suécia

XC40 elétrico chegará ao Brasil

Volvo arrow-options
Divulgação
Volvo XC40 eletrificado será o único da categoria a permitir carregamento em tomadas de energia

O Volvo XC40 EV é o primeiro Volvo a se tornar zero emissões, já com as novas tecnologias de eletrificação e até a central multimídia atualizada. As primeiras informações divulgadas mostram que o modelo usará dois motores para enviar o movimento às quatro rodas, além de que, segundo a fabricante, oferecerá ainda mais segurança. Será lançado no dia 16 desse mês no exterior, mas ao Brasil chega só no ano que vem, conforme apurou a redação do iG Carros.

LEIA MAIS: Volvo lança XC90 T8 R-Design e prepara mais novidades

A Volvo diz que o XC40 elétrico apresentará um novo arranjo para os sistemas de auxílio ao condutor, com sensores que integram tecnologias de radar, câmera e ultrassom para permitir funções mais avançadas e sofisticadas. Além disso, foram reprojetadas as estruturas de colisão dianteira e traseira, com suportes para controlar os impactos sobre os motores elétricos em caso de colisão, que por sua vez evitam os incêndios.