Tamanho do texto

Modelo virá para disputar com Hilux, S10 e Ranger, compartilhando a base com picape chinesa da Changan. Confira mais novidades sobre a PSA

Changan Kaicheng arrow-options
Divulgação
A nova picape da Peugeot deverá estrear entre o final de 2020 e o começo de 2021, com motor turbodiesel

A Peugeot nunca escondeu o interesse de dominar a categoria dos veículos comerciais no Brasil. Não à toa, a marca conta com o furgão Partner, a minivan Expert e o utilitário Boxer Business em seu repertório. Durante a Fenatran (Feira Nacional dos Transportes), mais um veículo comercial foi confirmado, e será uma picape média inédita na categoria de Hilux, S10 e Amarok.

LEIA MAIS: VW terá picape para concorrer com a Toro. Veja detalhes dos lançamentos

O modelo terá sua base compartilhada com a picape Kaicheng F70, da marca chinesa Changan. Será um arranjo semelhante ao que já acontece com Nissan Frontier e Renault Alaskan - e que, vale dizer, acontecerá com Ford Ranger e VW Amarok no futuro. A Peugeot ainda não confirmou se a nova picape será feita na Argentina (onde os novos 208 e DS 3 Crossback serão produzidos), Brasil (Cactus e 2008) ou Uruguai (linhas Expert e Boxer).

Changan Kaicheng arrow-options
Divulgação
O design da nova picape da Peugeot terá diferenças pontuais na comparação com a Changan Kaicheng

De acordo com a Changan, a Kaicheng F70 tem 5,33 m de comprimento (ante 5,31 m da Hilux ), 1,87 m de largura (ante 1,85 m) e 3,18 m de entre-eixos (ante 3,08 m). As medidas podem mudar até o lançamento oficial pela Peugeot. Nenhuma informação sobre o conjunto mecânico foi divulgada, mas podemos esperar por motor turbodiesel com câmbio automático e várias opções para tração.

LEIA MAIS: Kia prepara picape média na categoria de Ranger, Amarok e Hilux

Lembra de mim?

Hoggar arrow-options
Divulgação
Ruim de vendas, a Peugeot Hoggar teve uma morte prematura, mesmo sendo uma das picapes pequenas mais interessantes

A última aposta da Peugeot na categoria das picapes foi a saudosa Hoggar , lançada em 2010. Apesar do visual mais despojado na comparação com Montana e Saveiro (contando com uma versão aventureira Escapade) não vendeu o que a marca esperava e teve vida curta. Ainda no início de 2013, parou de ser produzida em Porto Real (RJ).

LEIA MAIS: Projeção antecipa design da nova picape da GM, entre Montana e S10

Também podemos lembrar da 504 Pick-up, que era importada da Argentina com motorização 2.3 diesel durante os anos 90. Não fez sucesso por conta do visual defasado e manutenção complicada.