Lojas de carros arrow-options
Divulgação
Lojas de carros estão, como todos os comércios, com baixa nas vendas. Isso tem obrigado os empresários a se preparar para o pior

Como em tudo, o comércio de automóveis novos e usados também está em apuros durante o período de isolamento causado pela pandemia do Coronavírus. Isso leva muitos empresários a achar soluções para não precisar decretar o fim de seus negócios por tempo indeterminado. Segundo estudo realizado pela revista InstaCarro, a maioria das lojas de carros usados prefere esperar o pior passar para voltar a investir.

LEIA MAIS: Concessionárias e lojistas usam criatividade para sobreviver na crise

Apenas uma a cada dez lojas de carros (11,73%) está indo atrás de alternativas para aumentar o caixa. Isso inclui vender o estoque abaixo do valor de mercado para fazer dinheiro rápido ou pedir empréstimos a instituições financeiras. Quase metade dos lojistas (47,45%) decidiu interromper as operações temporariamente e tentar reduzir custos durante a pandemia, ao passo que 20,92% estão aguardando a crise passar.

LEIA MAIS: Confira outros 5 lançamentos que foram adiados por causa da pandemia

Lojas de carros arrow-options
Divulgação
Maioria dos comerciantes só voltará a comprar carros após término da crise

Ao todo, 13,27% dos envolvidos no levantamento afirmaram que, até o momento, não sentiram os efeitos da crise. Apenas 3,57% estão trabalhando de forma remota e com quadro reduzido de funcionários. Enquanto isso, 10,2% dos lojistas estão investindo no aumento do estoque apostando em um reaquecimento do mercado após a crise, e 11,73% pensam em queimar o estoque para fazer dinheiro.

Por outro lado, a maioria deles (41,84%) pretende esperar a pandemia passar para voltar a repor os estoques. Outro dado que chama atenção é que quase 30% dos entrevistados (29,08%) afirmam estar à procura de oportunidades de negócio na internet.

LEIA MAIS: Veja alguns cuidados com o carro e sua com higiene dentro dele na quarentena

"O mundo não será o mesmo após a crise do coronavírus. Novas tendências devem surgir, com restrições de viagens e aumento na precaução em relação à higiene e aglomeração de pessoas. Dessa forma, ainda que o atual momento não seja vantajoso, no futuro o mercado de seminovos e usados pode crescer de forma considerável", explica Luca Cafici, CEO da InstaCarro, acerca dos planos dos empresários do ramo automotivo e suas lojas de carros .

    Veja Também

      Mostrar mais