Ford Bronco Sport é feito no México e poderá vir para o Brasil sem pagar imposto de importação
Divilgação
Ford Bronco Sport é feito no México e poderá vir para o Brasil sem pagar imposto de importação

A Ford passa por um duro processo de reestruturação no Brasil e no mundo. Ao longo dos últimos anos, a marca precisou fechar a fábrica de São Bernardo do Campo (SP), descontinuar a produção de modelos que não performaram bem em categorias de apelo e reatar a parceria com a Volkswagen para viabilizar o lançamento de novos produtos.

A nova estratégia da Ford terá foco no lançamento de SUVs e picapes em todo o mercado global, abandonando categorias que sejam pouco lucrativas. Este ano, em meio à pandemia do novo coronavírus que atrapalhou todas as fabricantes, a Ford lançou o Territory no Brasil. Mas ainda há uma grande lacuna que precisa ser preenchida.

A Ford não conta com utilitários esportivos entre R$ 120 mil e R$ 170 mil, valores que correspondem à versão mais cara do EcoSport e o Territory de entrada. Para preencher este “gap” de mercado, a marca poderá apostar no Bronco Sport , que terá uma receita poderosa para bater de frente com o Jeep Compass.

Conheça a família Bronco

Os novos Bronco e Bronco Sport 2021; apesar do nome, utilitários esportivos têm propostas bem diferentes
Divulgação
Os novos Bronco e Bronco Sport 2021; apesar do nome, utilitários esportivos têm propostas bem diferentes

A Ford usou o nome “ Bronco ” para batizar uma nova família de SUVs na América do Norte, que conta com três modelos de propostas muito diferentes. Duas versões do Bronco têm foco nos entusiastas do off-road, contando até mesmo com um modelo que poderia competir com o Suzuki Jimny Sierra no Brasil.

A terceira versão do Bronco, com pegada mais urbana, ganha o sobrenome “Sport”. Ele é feito no México, país que detém um acordo de livre comércio de veículos que facilitaria sua importação para o Brasil. Ele parte de US$ 26 mil nos Estados Unidos (R$ 136 mil, em conversão simples), onde bate de frente com Jeep Compass, Mitsubishi Outlander e Volkswagen Tiguan.

Pegada aventureira

Como é possível deduzir pelas imagens, o Bronco Sport será um SUV urbano com pegada aventureira. Trata-se de uma estratégia bem parecida com a da Jeep, apostando no “lifestyle” para conquistar um público mais descolado.

As linhas quadradas e robustas dão um aspecto bem musculoso ao Bronco Sport. No lugar do logotipo da fabricante, a Ford decidiu apostar no próprio nome do aventureiro esportivo, adicionando ainda mais imponência ao SUV.

O teto pintado em tonalidade diferente da carroceria imita uma “capota” removível de um jipe clássico, complementando a silhueta marcada por arestas bem pronunciadas. Na traseira, destaque para as lanternas que lembram bastante as da picape Ranger.

Você viu?

O novo anti-Compass

O Ford Bronco Sport tem 4,38 metros de comprimento, 1,88 m de largura, 1,78 m de altura e 2,67 m de distância entre-eixos. Na comparação com o Jeep Compass nacional, que tem 4,41 m de comprimento, 1,81 m de largura, 1,63 m de altura e 2,63 m de entre-eixos, o Bronco é um pouco mais curto e alto.

Sua distância entre-eixos, principal fator para determinar o espaço interno e a área útil do veículo, supera o SUV mais vendido da Jeep por alguns centímetros. Ainda não é possível determinar a capacidade do porta-malas do Bronco Sport, uma vez que os americanos consideram todo o espaço do assoalho até o teto do veículo.

Um tópico que chama atenção no Bronco Sport é a quantidade de adereços aventureiros espalhados pela cabine. Atrás dos bancos dianteiros, no lugar do porta-revistas, a Ford instalou elásticos que podem levar material de alpinismo, lanternas e cordas. Nos Estados Unidos, o pacote de personalização ainda permite que o proprietário instale um compartimento extra de carga no teto.

Todas as versões do Bronco Sport contam com tração 4x4 G.O.A.T, com 5 modos de condução (econômico, esportivo, normal, cascalho e lama). Assim como o Jeep Compass nacional, há um seletor rotativo no console central para escolher a melhor forma de conduzir o SUV da Ford.

Mecânica

A Ford disponibiliza duas opções de motorização para o Bronco Sport, ambas com tração integral. Os modelos básicos terão motor 1.5 Turbo EcoBoost, que desenvolve 183 cv de potência. Já as versões mais caras terão motor 2.0 Turbo EcoBoost de 247 cv de potência. Em ambos os cenários, o câmbio será automático de oito velocidades.

O fato do Bronco Sport não contar com versões 4x2, como seu principal rival no Brasil, mostra que seu objetivo por aqui será desbancar as versões mais caras do Compass. Nos Estados Unidos, o modelo é vendido nas versões Base, Big Blend, Outer Banks e Badlands. Esta última acrescenta dois novos modos de condução ao seletor 4x4, para um desempenho ainda mais robusto no fora de estrada.

Receita de sucesso

Ford Bronco Sport tem todos os atributos para ser um grande sucesso no mercado nacional
Divilgação
Ford Bronco Sport tem todos os atributos para ser um grande sucesso no mercado nacional

O Bronco Sport se tornou o SUV mais “hypado” dos Estados Unidos em 2020. Durante seu lançamento, o modelo não apenas se tornou o principal assunto das redes sociais, como seu primeiro lote disponível no site da Ford esgotou em poucos minutos. Segundo a fabricante, cerca de 13 milhões de pessoas demonstraram interesse em comprá-lo nos próximos anos.

Aguardado no Brasil, o Bronco Sport tem todos os atributos para virar o jogo da Ford no mercado nacional. Diferentemente dos novos Volkswagen Taos e Toyota Corolla Sport , também esperados para 2021, o aventureiro americano segue exatamente a mesma receita do líder absoluto da categoria. Resta saber se terá preço competitivo para se destacar no Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários