Toyota C+pod tem capacidade para dois ocupantes e pode atingir 60 km/h
Divulgação
Toyota C+pod tem capacidade para dois ocupantes e pode atingir 60 km/h








A Toyota lançou no mercado japonês o C+pod, um minicarro elétrico que estreia no mercado japonês em duas versões e com preços a partir de 1.650.000 ienes (cerca de R$ 82.700). No Brasil, esse valor fica pouco acima do pedido pela marca no Yaris XL Plus Connect, a versão de entrada do hatch com o motor 1.5, que parte de R$ 79.590.

Você viu?


Com 2,49 m de comprimento, 1,29 m de largura e 1,55 m de altura, o Toyota C+pod leva dois passageiros e é menor até do que os já Smart ForTwo que chegaram a ser vendidos pela Mercedes-Benz no mercado brasileiro. E assim como o modelo da Smart traz painéis plásticos na carroceria, que podem ser substituídos.

Desenvolvido para uso urbano, o carrinho está equipado com um motor traseiro de 12,5 cv e 5,7 kgfm e pode atingir 60 km/h de velocidade máxima. O conjunto de bateria de íons de lítio, posicionado sob o assoalho, tem potência máxima de 9,06 kWh e permite ao  C+pod  rodar até 150 km. A recarga total leva aproximadamente 5h em uma tomada comum de 220V.


Apesar de compacto e aparentemente simplório, o minicarro elétrico da Toyota traz itens como faróis e lanternas de LED, controles eletrônicos de tração e estabilidade e um pacote tecnológico com alerta de risco de colisão contra outros veículos, pedestres e ciclistas e frenagem autônoma em manobras de estacionamento.

Inicialmente, o C+pod será oferecido apenas para clientes corporativos e orgãos governamentais. A versão de entrada X traz a carroceria com plásticos sem pintura e não traz calotas. A mais completa é a G, com painéis coloridos e calotas.

A venda para o público pessoa física está programada para começar apenas em 2022. O modelo é parte da estratégia de investimento da  Toyota em veículos elétricos a bateria, que já inclui também o triciclo i-Road.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários