Os anos 80 foram turbulentos para o Brasil. Após 21 anos no comando dos militares – entre 1964 e 1985 –  o país passava pelo processo de redemocratização. Em 1988, o congresso nacional aprovou a Constituição Brasileira, que serve de parâmetro normativo até hoje.

No futebol, o Flamengo era o time dominante, levando três títulos brasileiros, um título continental e um título mundial. A seleção brasileira agonizou com o fracasso em duas Copas do Mundo –  em 1982 e 1986 –  ainda que o elenco seja lembrado como um dos melhores da história da “amarelinha”.

Apesar da proibição das importações de automóveis –  decisão que seria revogada apenas na década seguinte –, os anos 1980 são lembrados com carinho pelos entusiastas. Em clima de nostalgia, a reportagem do iG Carros separou 5 modelos clássicos deste período que você pode comprar em 2021. Acompanhe a lista. 

1 - VW Passat GTS Pointer 1.8 - entre R$ 75 mil e R$ 90 mil

VW Passat Pointer GTS:  elegância da versão esportiva nacional ainda conquista uma legião de fãs e torna o modelo valorizado
Renato Bellote/iG
VW Passat Pointer GTS: elegância da versão esportiva nacional ainda conquista uma legião de fãs e torna o modelo valorizado

Se você foi jovem durante os anos 1980, este com certeza era o seu objeto de desejo. Muitos entusiastas defendem que o Volkswagen Passat GTS Pointer foi o carro nacional mais bonito da história. E nós da redação do iG Carros assinamos embaixo! Por sorte, o clássico continua disponível no mercado de usados, por valores que alternam entre R$ 75 mil e R$ 90 mil.

O modelo esportivo contava com motor 1.8 a álcool de 99 cv de potência a 5.600 rpm e 14,9 kgfm de torque a 3.600 rpm, com câmbio manual de cinco marchas. Segundo a fabricante, o Passat GTS Pointer pode acelerar de 0 a 100 km/h na faixa dos 10 segundos – nada mal para um carro de 1988.

Pode ter certeza de que o VW Passat GTS Pointer ainda tem luxo, pompa e garbo para fazer pescoços virarem no trânsito. Considerando a constante valorização dos clássicos da VW, sua compra pode ser um bom investimento.

2 - Ford Escort XR3 1.8 1989 - entre R$ 30 mil e R$ 40 mil

Ford Escort XR3: parceria com a Volkswagen fez o esportivo abandonar o antiquado motor CHT, com comando lateral
Divulgação
Ford Escort XR3: parceria com a Volkswagen fez o esportivo abandonar o antiquado motor CHT, com comando lateral

O Escort XR3 se beneficiou da aliança entre Ford e Volkswagen para ter sua mecânica atualizada no final dos anos 80. O hatch perdeu o antiquado motor CHT lançado no Corcel e ganhou o novo 1.8 da família AP, muito mais moderno e potente.

Você viu?

Dessa forma, o modelo era capaz de desenvolver 99 cv de potência e 16 kgfm de torque, sempre com etanol. O câmbio era manual de cinco velocidades, proporcionando aceleração de 0 a 100 km/h em 10,4 segundos. O charmoso hatch compacto da Ford era um dos poucos de sua época com teto-solar.

3 - Chevrolet D20 Custom De Luxe 4.0 1989 - entre R$ 60 mil e R$ 65 mil

Chevrolet D20: a mãe da S10 era um dos modelos mais elegantes da década de 80 disponível no Brasil
Divulgação
Chevrolet D20: a mãe da S10 era um dos modelos mais elegantes da década de 80 disponível no Brasil

Ter uma picape média de cabine dupla era o desejo de muitas famílias da antiga classe média dos anos 80. No fim da década, a Chevrolet lançou a D20 Custom De Luxe , versão que veio para substituir a antiga Andaluz. Unidades em bom estado de conservação podem ser encontradas no mercado de carros clássicos a partir de R$ 60 mil.

A D20 Custom tinha motor 4.0 diesel capaz de desenvolver 92 cv de potência e 27,5 kgfm de torque, com câmbio manual de cinco marchas. Por pesar mais de duas toneladas, o modelo precisava de longos 23,9 segundos para atingir 100 km/h. Mas a D20 continua sendo uma picape média lendária, abrindo espaço para a Chevrolet S10. 

4 - Dodge Le Baron 5.2 V8 1980 -  a partir de R$ 45 mil

Dodge Le Baron: sedã de luxo esquecido pelos entusiastas esbanja luxo com acabamento de primeira linha
Divulgação
Dodge Le Baron: sedã de luxo esquecido pelos entusiastas esbanja luxo com acabamento de primeira linha

Eis um verdadeiro titã esquecido no mercado de seminovos. Descontinuado ainda no início dos anos 80, muitas pessoas não se lembram do imponente Dodge Le Baron , que era vendido originalmente pela Chrysler. Infelizmente, não há unidades suficientes com anúncios na internet para determinar uma média de preço. O mais barato sai por R$ 45 mil, enquanto a unidade mais cara fica na faixa de R$ 79 mil nos classificados online.

O motor 5.2 V8 do Le Baron era capaz de desenvolver impressionantes 201 cv de potência e 41,5 kgfm de torque. O câmbio era automático de três velocidades, com relações bem longas. Essa verdadeira viatura de marajá precisava de 15 segundos para atingir 100 km/h e pode armazenar 385 litros no porta-malas.

5 - Fiat Uno 1.5 R 1988 - a partir de R$ 25 mil

Fiat Uno 1.5 R: versão vinha com itens exclusivos, entre os quais  detalhes como a tampa traseira com pintura fosca
Divulgação
Fiat Uno 1.5 R: versão vinha com itens exclusivos, entre os quais detalhes como a tampa traseira com pintura fosca

Os anos 80 não foram tão emblemáticos para a Fiat , que teria seu melhor momento entre os esportivos nacionais apenas na década seguinte. Observando o sucesso do Gol GTI, a marca decidiu lançar uma versão esportiva do Uno , que pode ser encontrada a partir de R$ 25 mil nos classificados online.

Apesar do rosto de esportivo, o Uno 1.5 R era capaz de desenvolver apenas 85 cv de potência e 13,7 kgfm de torque, com câmbio manual de cinco velocidades. De acordo com a fabricante, o modelo precisava de 11 segundos para atingir 100 km/h, ficando bem atrás do Gol GTI, que poderia atingir a mesma velocidade na faixa dos 8 segundos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários