Se o Fusca fica com o topo da lista de modelos icônicos da Volkswagen , não podemos reservar um espaço menos nobre para o Passat. Lançado na Alemanha em 1973, foi o primeiro carro com motor dianteiro de refrigeração líquida desenvolvido 100% pela marca alemã.


Oito gerações depois, o Volkswagen Passat  ainda é um dos principais produtos da marca na Europa. Mesmo com o crescimento na demanda por elétricos e a queda na procura pelo sedã Passat, a station Variant ainda tem boa procura e as versões híbridas figuram no top 10 dos modelos mais populares do tipo.

No mercado brasileiro, o Passat teve uma vida bastante longa. A 1ª geração foi feita entre 1974 e 1988, mas a 2ª geração (que por aqui virou Santana e Quantum ) seguiu em linha até os anos 2000. Isso sem contar as gerações importadas da Alemanha, que marcaram presença nas concessionárias brasileiras até meados do ano passado. Confira algumas variações do modelo que nunca estiveram disponíveis no Brasil

1 - Passat Variant (1ª geração)

VW Passat Variant: pela cara dele você deve ser lembrar apenas da versão de estilo fastback, que estreou no Brasil em 1974
Divulgação
VW Passat Variant: pela cara dele você deve ser lembrar apenas da versão de estilo fastback, que estreou no Brasil em 1974


Além do fastback de quatro portas, lançado em 1974 no Brasil, o Passat de 1ª geração foi fabricado por aqui nas variações de três e quatro portas.

A única configuração de carroceria do modelo que nunca ganhou produção nacional foi a station wagon Variant, com a Volkswagen optando no Brasil por ocupar essa faixa de marcado com os modelos Variant e Variant II . Quem quisesse uma perua Passat tinha que recorrer às transformações executadas por concessioárias e empresas de transformação.

2 - Passat fastback

VW Passat Fastback da segunda geração não foi mais vendida no Brasil., onde o carro veio importado como sedã e perua
Divulgação
VW Passat Fastback da segunda geração não foi mais vendida no Brasil., onde o carro veio importado como sedã e perua


A 2ª geração do Passat ganhou produção nacional em 1984. Com o nome de Santana na versão sedã, o modelo passou a ficar posicionado acima do carro original, que seguiu disponível no mercado brasileiro.

Você viu?

Desta vez, a Volkswagen optou por lançar também a variação station wagon, com nome de Quantum. Mas deixou de fora o fastback de quatro portas, que trazia uma carroceria que lembrava muito o Passat 4 portas de 1ª geração.

3 - Passat Variant VR6 Syncro

VW Passat Variant: esta perua foi vendida do Brasil, mas não com tração integral, mas apenas dianteira
Divulgação
VW Passat Variant: esta perua foi vendida do Brasil, mas não com tração integral, mas apenas dianteira


A 4ª geração do Volkswagen Passat foi a primeira importada oficialmente da Alemanha, em 1994, com a missão ocupar no mercado uma faixa acima da dupla Santana e Quantum.

Esse Passat foi oferecido no Brasil nas versões sedã e perua, com os motores 2.0 de quatro cilindros e 2.8 VR6. Mas uma versão que não foi a Variant VR6 Syncro , station wagon que combinava uma versão 2.9 do motor VR6 (capaz de desenvolver 184 cv) com o sistema de tração integral.

4 - Passat W8

Volkswagen Passat W8 é a versão com motor W8, ou seja, fabricado a partir da junção de dois quatro cilindros
Divulgação
Volkswagen Passat W8 é a versão com motor W8, ou seja, fabricado a partir da junção de dois quatro cilindros


A 5ª geração do Passat foi revelada na Europa em 1996. Mas só em 2001 que viria a curiosa opção do motor do novo motor 4.0 W8, um propulsor de oito cilindros em "W" que desenvolvia 275 cv.

O novo motor do Passat W8 , que era combinado ao sistema de tração integral, foi o primeiro de uma série de motores em W que o Grupo Volkswagen iria utilizar em carros da Audi, Bentley e, mais recentemente, no Bugatti Chiron.

5 - Passat Alltrack

VW Passat Alltrack: perua com apelo aventureiro da geração mais recente não chegou ao Brasil, que não tem mais o modelo
Divulgação
VW Passat Alltrack: perua com apelo aventureiro da geração mais recente não chegou ao Brasil, que não tem mais o modelo


Nem o Passat escapou da onda das versões aventureiras. Em 2015, a station wagon Passat Variant ganhou no mercado europeu a variação Alltrack .

Além do visual que remete aos SUVs, o Volkswagen Passat Alltrack traz suspensao elevada, tração integral e a opção de um motor 2.0 turbodiesel de 190 cv.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários