Renault Kaptur russo estreou no ano passado retoques no visual e novo motor 1.3 turbo, feito junto com a Mercedes
Divulgação
Renault Kaptur russo estreou no ano passado retoques no visual e novo motor 1.3 turbo, feito junto com a Mercedes


A Renault anunciou oficialmente nesta segunda-feira (1º) o investimento de R$ 1,1 bilhão na fábrica de São José dos Pinhais (PR), para a produção do novo motor turbo e de cinco novos veículos, que serão lançados no mercado brasileiro até meados de 2022.


Em comunicado, a Renault não revela exatamente quais são essas novidades, se limitando informar apenas de que se trata de um investimento para a "renovação de veículos da gama atual". Com isso em vista, já dá para saber que o motor turbo será o 1.3 turbo de quatro cilindros, desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz e que por aqui já está disponível em modelos como os GLA e GLB.

Em uma variação de 150 cv, o novo propulsor sobrealimentado fará a sua estreia no Captur reestilizado, carro que já foi flagrado em testes no Brasil e que deve adotar as novidades mecânicas e o visual do SUV mostrado na Rússia no ano passado, onde é vendido com o nome Kaptur.

Você viu?

Novos Renault Sandero e Logan são mais sofisticados que a geração atualmente à venda no Brasil
Divulgação
Novos Renault Sandero e Logan são mais sofisticados que a geração atualmente à venda no Brasil


Já em relação quatro carros restantes, restam a nova geração da picape Duster Oroch , que ainda não seguiu a atualização do SUV Duster, e o novo Kwid , que desde o final de 2019 roda com um visual atualizado na Índia.

Outra alternativa que promete ser interessante para a Renault no Brasil é o SUV Bigster , maior que o Duster. Trata-se de um modelo médio, do mesmo sgemento de Corolla Cross, Compass e outros. Mas esse carro deverá entrar em outra leva de investimentos, além da renovação dos modelos atuais.

Já os novos Sandero e Logan devem completar a lista. Revelados na Europa no ano passado, os dois modelos utilizam a nova plataforma CMF-B e são mais sofisticados que os atuais, permitindo que a marca francesa reposicione os dois carros para atender a um público em busca de um modelo mais "premium", trocando volume de vendas por rentabilidade.

Carros elétricos

Dacia Spring é o modelo que estreia este ano para ser o elétrico mais barato da Europa
Divulgação
Dacia Spring é o modelo que estreia este ano para ser o elétrico mais barato da Europa


Também até 2022, a Renault confirmou a importação de dois novos carros elétricos. Um deles é o Zoe reestilizado. Já o outro ainda é uma incógnita. Além do Kangoo elétrico oferecido atualmente no Brasil, a linha de elétricos da marca na França inclui ainda uma variação elétrica da van Master.

Mas se a ideia for trazer um carro de passeio elétrico, a Renault oferece na Europa a opção do Twingo, modelo menor e mais barato do que o Zoe, mas que já está no final do seu ciclo de vida, ou o Dacia Spring, uma espécie de variação elétrica do Renault Kwid que estreia ainda no 1º semestre na Europa com a proposta de ser o elétrico mais acessível do continente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários