Renault Taliant: novo sedã com desenho arrojado deixa para trás a simplicidade do Logan que ainda é vendido no Brasil
Divulgação
Renault Taliant: novo sedã com desenho arrojado deixa para trás a simplicidade do Logan que ainda é vendido no Brasil

A Renault começa a vender o sedã Taliant na Turquia. Trata-se do modelo com a mesma base do novo Logan, que no Brasil está uma geração atrasada em relação ao modelo europeu, apresentado em setembro de 2020.

Aqui, o sedã da Renault é vendido apenas com câmbio manual, em três versões, a partir de R$ 68.390. E aguarda ser substituído por carro que consiga competir com os rivais Chevrolet Onix Plus , VW Virtus , Nissan Versa e companhia, todos bem mais atuais e sofisticados.

Aí é que deve entrar o Renaut Taliant , como parte da nova estratégia que a marca francesa vai adotar no Brasil, onde deverá ficar um pouco mais descolada da Dacia , marca voltada aos modelos de baixo custo. Vêm aí cinco novos modelos, como a própria marca chegou a anunciar no início de março, como frutos de um investimento de R$ 1,1 bilhão para renovar sua linha no mercado brasileiro até o fim de 2022.

Inclusive, o nome Taliant chegou a ser registrado no Brasil. Resta saber se a marca vai mesmo adotá-lo no sedã, que deverá deixar de se chamar Logan , modelo que nasceu para ser bem simples, para toda clásse média, em meados da década passada. A questão é que o mercado mudou bastante e, agora, o ticket médio de quem pode comprar um carro novo subiu consideravelmente, o que exige níveis de sofisticação e segurança bem maiores.

Pelo visto, a ordem do dia na Renault é seguir por um caminho diferente do que vinha sendo seguido até agora no Brasil. Além do novo logotipo, a marca francesa vai ficar com uma cara mais refinada no país, o que abre espaço para o Taliant se encaixar perfeitamente. Basta dar uma olhada no desenho do sedã para ver que o estilo volta a ser mais ousado e elegante, como era do Mégane , em 2006.

Você viu?

Beleza interior

Interior vem com ar-condicionado digital, freio de estacionamento eletrônico, tela
Divulgação
Interior vem com ar-condicionado digital, freio de estacionamento eletrônico, tela "flutuante", entre outros itens


Por dentro, o sedã conta com freio de estacionamento eletrônico , ar-condicionado digital, central multimídia com tela do tipo "flutuante" com GPS integrado, monitoramento de ponto cego, sistema de leitura de placas de trânsito , câmera de ré, controle de velocidade de cruzeiro ("piloto automático"), entre outros itens.

Além disso, o Taliant é maior que o Logan que ainda temos no Brasil, com 4,7 cm a mais de comprimento, 1,2 cm de largura e 1,4 cm de entre-eixos, contribuindo com o espaço interno.

Pelo menos na Turquia, o Taliant será vendido com motor 1.0 SCe (Smart Control Efficiency), de 65 cv, ou 1.0 turbo, de 91 cv, com versão manual ou automática, do tipo CVT. Se vier mesmo ao Brasil, o novo sedã da Renault também poderá ter o 1.0 aspirado, ou o 1.6, que pode render 118 cv e 16 kgfm de torque, sendo que 90% desta força já está disponível a meros 2.000 rpm.

Porém, independente da chegada do sedã Taliant ao Brasil, dentro do plano de renovação da linha da Renault no Brasil, depois da  nova geração do elétrico Zoe , virá o SUV Captur renovado, com nova central multimídia, retoques no desenho e motor 1.3 turbo desenvolvido em conjunto com a Mercedes , no lugar do 2.0 aspirado.

Enfim, também deverá ser substituído o antiquado câmbio automático de quatro marchas pelo CVT, mas com nova calibragem. Será o início de uma nova era dentro da marca francesa no Brasil, que também poderá ter o parente do Kwid , o Kiger

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários