Veículos elétricos demandam atenção especial no momento de recarga
Divulgação
Veículos elétricos demandam atenção especial no momento de recarga

O número de veículos elétricos só cresce no Brasil, no ano passado, segundo a ABVE (Associação Brasileira de Veículo Elétrico), 34.990 unidades foram emplacadas no país, entretanto, a infraestrutura das cidades ainda pode afastar alguns compradores ou gerar dúvidas em potenciais clientes.

Para o sócio-diretor da Elev, Ricardo David, sócio-diretor da Elev , empresa focada em mobilidade elétrica, dúvidas são comuns devido à falta de costume com a mobilidade elétrica : “É comum que surjam muitas dúvidas em relação à infraestrutura necessária para carregar um carro elétrico", disse David. 

No futuro, carro elétrico vai ser a regra

Hyundai Ioniq 5 foi eleito o Carro Mundial do Ano de 2022, o primeiro elétrico levar o prêmio
Divulgação
Hyundai Ioniq 5 foi eleito o Carro Mundial do Ano de 2022, o primeiro elétrico levar o prêmio

De acordo com dados fornecidos pela ABVE , as 34.990 unidades emplacadas em 2021 representaram um grande salto em relação às 19.745 em 2020, assim, a tendência é lentamente os carros elétricos estarem cada vez mais presentes nas ruas do Brasil.

Na Europa, os governos buscam fortalecer ainda mais as restrições de emissões de poluentes , e a União Europeia já anunciou que veículos movidos a combustíveis fósseis, a serão banidos em 2035, mesmo movimento adotado pelo governo do Estado da Califórnia, nos Estados Unidos. 

Para Ricardo David, “É uma questão de tempo até que os carros elétricos deixem de ser os veículos considerados ‘diferenciados’ e passem a ser comuns nas ruas do país. O barateamento das baterias e a pressão por mobilidade urbana mais sustentável nas agendas das políticas públicas farão com que grandes mudanças aconteçam nos próximos anos”.

Sim, você pode carregar o seu carro na tomada de casa

Segundo o especialista, uma pergunta frequente daqueles que consideram um carro elétrico é: posso carregar dentro de casa? A resposta é sim!

Os carros elétricos podem ser carregados em tomadas domésticas, mas não pode ser qualquer tomada, é necessário que sejam tomadas de 220V e, de preferência, aterradas, para que não haja riscos de incêndios ou curto-circuitos.

Leia Também

O grande revés desse tipo de carregamento é que, apesar de ser cômodo carregar o seu carro usando a tomada doméstica , esse método ainda leva muito tempo, mas a instalação de um Wallbox pode solucionar esta questão.

A instalação do Wallbox

Pontos de recarga de bateria de elétricos em prédios residenciais é um grande desafio  a ser enfrentado
Divulgação
Pontos de recarga de bateria de elétricos em prédios residenciais é um grande desafio a ser enfrentado

A solução para o carregamento doméstico mais veloz é a instalação do Wallbox. Entretanto, apesar de reduzir para cerca de 5 horas o carregamento ao invés de 24 horas ou mais, dependendo do carro, o custo do Wallbox é muito elevado, o que segundo David, é um problema.

“O grande problema dos Wallbox é que, apesar de práticos e de diminuírem o tempo de recarga em muitas horas, eles ainda são aparelhos um pouco caros, estando na média dos R$5000. Portanto, é um investimento que tem que ser planejado com alguma antecedência. 

Caso você seja um cliente disposto a pagar por um wallbox, deverá ter cuidados também na instalação do equipamento , a rede elétrica da residência precisa passar por análise técnica especializada, para evitar problemas de distribuição para o resto da casa

“Esses aparelhos funcionam com voltagens variadas (de 220V a 380V) e com correntes que também variam entre 16A e 32A. Uma boa vantagem é que esses carregadores fixos possuem uma instalação elétrica própria, o que os torna bem seguros.” Completou o especialista.

E pontos de recarga em estabelecimentos públicos e comerciais?

Existem dois tipos de pontos de recarga: Públicos e Privados. De acordo com o especialista, é importante entender como eles funcionam. Os públicos são gratuitos, enquanto os privados, estão disponíveis em estabelecimentos comerciais ou condomínios por exemplo.

A cobrança pelo serviço é executada à parte ou já inclusa no valor do condomínio. Não há uma norma ou padrão para cobrança, então, é necessário estar atento antes de conectar o veículo no carregador.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários