A bateria, assim como demais itens que dependem dela, devem ser checados com mais atenção em dias frios
Divulgação
A bateria, assim como demais itens que dependem dela, devem ser checados com mais atenção em dias frios

No outono e inverno é comum que os veículos apresentem dificuldade na partida devido às baixas temperaturas e, sendo assim, também é natural que as primeiras partidas da manhã sejam mais prejudicadas nessas épocas do ano por uma série de questões.

O problema está relacionado a uma série de componentes que dependem um do outro para manter o correto funcionamento. No inverno, por exemplo, o óleo do motor apresenta maior viscosidade e exige mais energia do motor de arranque/partida para funcionar o veículo.

Dessa maneira, se o percurso não for o suficiente para proporcionar a recuperação de carga da bateria , o desgaste pode ser maior e até fatal em casos destes ecomponentes que estão com a capacidade de retenção de energia comprometida pelo tempo de uso. Além de se esforçar para fazer o primeiro giro do motor, a bateria precisa da contribuição da câmara de combustão.

No caso dos veículos flex ou movidos a etanol  são dotados de um sistema de partida a frio e, nos modelos mais novos, esse sistema promove o aquecimento da galeria de combustível, que o distribui para os bicos injetores. Para os demais carros, utiliza-se um reservatório adicional de gasolina.

Tenha certeza de que a bateria está funcionando bem. Ela será importante logo na primeira partida, pela manhã
Divulgação
Tenha certeza de que a bateria está funcionando bem. Ela será importante logo na primeira partida, pela manhã

A bomba de partida a frio  é posicionada nesse reservatório, sendo responsável pelo bombeamento da gasolina para o sistema de alimentação, facilitando, assim, que o motor entre em funcionamento, principalmente nos dias mais frios, já que esse tipo de combustível é mais volátil do que o etanol. 

“Às vezes o motorista abastece o tanquinho no verão e só vai lembrar dele no inverno. Se a gasolina for comum, é muito provável que ela acabe prejudicando a partida matinal. Combustível velho demora mais para queimar exigindo mais da bateria, explica Emerson Salles, gerente de engenharia da DPaschoal.

Para isso, o especialista recomenda de fazer o descarte do combustível velho e substituí-lo preventivamente, logo no início do período com ocorrências de baixas temperaturas. Outra dica é não desligar e ligar o motor em congestionamentos e nunca dar partida com aparelhos eletrônicos ligados.

O alternador é outro item que precisa ser checado, pois é ele o responsável por recarregar a bateria, de acordo com as instruções do fabricante das baterias Moura.

Durante a inspeção, é usado um aparelho que mede a voltagem da bateria, após executar a diagnose o consultor entrega, sem custo nenhum, um laudo impresso para que o cliente saiba exatamente qual o tempo de vida dela.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários