Fiat Scudo conta com versão elétrica além da tradicional a combustão, movida a diesel
Divulgação
Fiat Scudo conta com versão elétrica além da tradicional a combustão, movida a diesel

A Fiat lança o Fiat Scudo, um furgão médio que atende às mais variadas necessidades e que a partir da CNH de categoria B já é permitida conduzir o veículo. Além disso, o novo furgão chega também na versão elétrica denominada e-Scudo. 

Montado no Uruguai , o Fiat Scudo conta com 1,94 m de altura e um comprimento de 5,3 m e com volume de 6,1 m³, a capacidade de carga é de até 1,5 tonelada o que permite transportar itens de até 2,8 metros de comprimento.

 O utilitário da Fiat chega em duas versões com motor térmico (Cargo e Multi), e em duas cores: Prata Aluminiun e Branco Banchisa. A primeira, destinada ao transporte de cargas e a outra, homologado como veículo de carga, mas pode ser adaptado também para o transporte de pessoas.

Essas estão equipadas com motor 1.5 turbodiesel , de 120 cv e torque de 30,59 kgfm. Com câmbio manual de seis velocidades, a capacidade do tanque é de 69 litros e tem autonomia média de 800 km. A função start/stop também ajuda na redução do consumo e menos ruído.

De acordo com a fabricante, o consumo de combustível do furgão é de 12,4 km/l. Além disso, oferece também o menor valor de manutenção considerando a cesta de peças utilizada como padrão pela Anfavea. O custo de reposição chega a ser até 14% menor do que a concorrência.

Uma das características do motor estreante na linha Fiat é o tanquinho para AdBlue (mistura de água e uréia – equivalente ao Arla 32) para tratar os gases de exaustão e reduzir a emissão de poluentes.

Outra novidade que é a versão 100% elétrica e-Scudo equipada com motor elétrico com 136 cv de potência (100 kW) e 26,51 kgfm de torque e com autonomia de até 330 km, alimentado por um conjunto de baterias de íons de lítio de 75 kWh, OBC de 11 kW trifásico e motor elétrico.

Outras vantagens é o carregamento com carga rápida (80% em 48 minutos), além de funções que otimizam o consumo, como o break mode, função de frenagem regenerativa que atua como um freio motor, o que permite conservar ou mesmo recarregar parcialmente a bateria.

Interior da versão elétrica do Scudo se diferencia da movida a diesel por detalhes como o seletor de marchas
Divulgação
Interior da versão elétrica do Scudo se diferencia da movida a diesel por detalhes como o seletor de marchas

Importado da França (Sevel Nord), o e-Scudo ainda é equipado com um e-seletor de modo de condução, que oferece três opções: Normal (melhor  autonomia e desempenho); Eco (para otimizar o consumo de energia) e Sport (mais potência e torque).

Disponível na exclusiva cor Cinza Artense ou Branco Banchisa, o Fiat Scudo possui garantia de três anos ou 100 mil km nas versões térmicas. Na versão elétrica, além dos 3 anos (ou 160 mil km) do veículo, a garantia da bateria é de 8 anos.

Todos os modelos já estão disponíveis na pré-venda em todas concessionárias da rede Fiat . Confira abaixo os preços sugeridos de cada versão:

Fiat Scudo Cargo: R$ 187.490

Fiat Scudo Multi: R$ 192.490

Fiat e-Scudo Cargo: R$ 329.990

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários