Tamanho do texto

Marcas vão continuar apostando neste segmento de mercado, mas terão que se adaptar a uma nova realidade que passa a ditar as regras

Toyota Corolla híbrido, da nova geração, faz parte da leva renovada de carros médios que vai estar nas lojas me breve
Divulgação
Toyota Corolla híbrido, da nova geração, faz parte da leva renovada de carros médios que vai estar nas lojas me breve

A nova geração do sedã Corolla acaba de ser mostrada no Salão de Los Angeles, nos Estados Unidos. O destaque da nova linha da Toyota é a versão híbrida do modelos com motores elétricos e a gasolina trabalhando em conjunto, além de uma nova plataforma, a mesma do também híbrido Prius. A mudança amplia o potencial de liderança deste modelo no mundo e deixa claro que a marca continua apostando nos carros médios tradicionais. O novo modelo deve chegar ao Brasil em 2020.

LEIA MAIS: Conheça o futuro dos carros e os novos caminhos do setor automotivo no Brasil

A General Motors confirmou também, esta semana, o lançamento no Brasil do destaque entre seus carros médios , o Chevrolet Cruze renovado, em 2019. Apresentado no Salão de Detroit (EUA), no início do ano, recebeu um design inspirado em outro sedã da marca, o Malibu, com um para-choque redesenhado e uma grade frontal bem mais larga.

Chevrolet Cruze passou por uma renovação e deve ser comercializado no Brasil junto dos carros médios no próximo ano
Divulgação
Chevrolet Cruze passou por uma renovação e deve ser comercializado no Brasil junto dos carros médios no próximo ano

O Cruze para o Brasil, nas versões hatch e sedã, é fabricado na Argentina. Mas, o seu futuro a médio prazo é ainda incerto, segundo os analistas internacionais. A GM anunciou nesta semana um plano de reestruturação que pode fechar 5 fábricas na América do Norte. Além de diminuir a força de trabalho, esse processo vai reduzir a produção e encerrar a fabricação de alguns modelos de automóveis. A montadora pretende focar na produção de SUVs e picapes, além do desenvolvimento da tecnologia para carros autônomos e elétricos.

LEIA MAIS: Por que os carros subcompactos não deslancham no Brasil?

Uma estratégia similar à anunciada pela norte-americana Ford. A montadora planeja uma linha com 90% de SUVs, picapes e veículos comerciais até 2020. Será mantido o Mustang. Dependendo dos entraves e das barreiras comerciais, há a possibilidade na região do novo Focus Active, um modelo tipo crossover médio, inicialmente fabricado na China. “A Ford não vai investir em novas gerações de sedãs tradicionais para a América do Norte", disse a montadora em comunicado, em abril último.

Depois de anunciar que deixará de vender o Focus, seu sedã médio  (Fastback), que também é o seu hatch médio nos Estados Unidos no ano que vem, a Ford revelou que tanto o Focus hatch como o Focus Fastback (sedã) deixarão de ser produzidos na fábrica de General Pacheco, na Argentina, em maio de 2019. Seu sucessor não foi anunciado.

Rival do Focus, o Volkswagen Golf é outro modelo médio que chegou a fazer bastante sucesso no Brasil, mas passou a ter um papel de mero coadjuvante no mercado. Para tentar chamar atenção do público novamente no País, a marca alemã já confirmou que irá vender as versões híbrida (GTE ) e elétrica (e-Golf). Ambas deverão chegar no ano que vem.

Carros médios vs SUVs

O crossover Focus Active deve  ser a novidade da Ford na sua linha de carros médios
Divulgação
O crossover Focus Active deve ser a novidade da Ford na sua linha de carros médios

Na verdade, os carros médios vêm perdendo a preferência dos consumidores brasileiros que têm nos SUVs os objetos de desejo do mercado nacional e mundial. À exceção no Brasil tem sido o Corolla, o único carro médio que figura entre os automóveis mais vendidos. Foi o décimo segundo em outubro enquanto seu concorrente, o Chevrolet Cruze, ficou na quadragésima segunda posição no ranking de vendas do ano.

LEIA MAIS: Mustang mostra a força de sua fama no Brasil

Os utilitários esportivos, ao contrário, têm crescido exponencialmente. No ranking de veículos mais vendidos no País, os SUVs surgem com mais de 10 modelos diferentes disputando o mercado com os carros compactos.

Carro emblemático

O Focus chegou ao mercado brasileiro no ano 2000 como um projeto global da Ford para carros médios
Divulgação
O Focus chegou ao mercado brasileiro no ano 2000 como um projeto global da Ford para carros médios

O Focus sempre foi considerado um dos melhores médios do mundo. Foi lançado na Europa em 1998 para suceder ao Escort. Começou a ser produzido em 2000, na planta de General Pacheco, Argentina, de onde, desde então, é exportado ao Brasil. O modelo médio-compacto da Ford é vendido em vários países do mundo. Na América do Sul, Estados Unidos e Ásia é vendida a segunda geração do modelo, desde 2011.

Em sua terceira geração, o mais novo entre os carros médios continua sendo vendido na Europa onde faz muito sucesso
Divulgação
Em sua terceira geração, o mais novo entre os carros médios continua sendo vendido na Europa onde faz muito sucesso

Por enquanto, a terceira geração do Focus, lançada recentemente, é vendida na Europa em várias versões. Não foi anunciado qualquer plano para o modelo nesse continente. Talvez, a produção europeia do Focus poderá vir a suprir outros mercados mundiais. A estratégia comercial de cada marca para os carros médios , obviamente, depende de vários fatores que passam de produção local ou importação. Resta saber que fará a aposta certa para se manter bem em todos os segmento de venda. Em breve, saberemos...

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.