Tamanho do texto

Painel solar, estradas eletromagnéticas e “pads” estão entre as iniciativas

Não há dúvida: o carros elétricos vão desenhar nosso futuro de uma forma completamente inédita. Pense só… o veículo se moverá sem combustível, deixando de emitir gás carbônico e de poluir o planeta. Ao vislumbrar este amanhã quase perfeito em termos de mobilidade, porém, fica difícil entender a recarga das baterias poderão ser feitas sem enfrentar um longo tempo de espera em postos específicos e reduzir o uso indiscriminado das redes elétricas públicas.

LEIA MAIS: Veja 6 híbridos ou elétricos que são hipervelozes

O Pad BMW pode ser instalado numa garagem de casa ou edifício e recarrega a bateria do modelo elétrico em quatro horas
Divulgação
O Pad BMW pode ser instalado numa garagem de casa ou edifício e recarrega a bateria do modelo elétrico em quatro horas

Uma das soluções para isso é o que promete a marca alemã BMW ao lançar os primeiros carregadores wireless de carros elétricos . Planejado para estar à venda no ano que vem, será como um enorme “pad” ligado a uma tomada de 220 volts. Pode ser instalado no chão da garagem interna ou externa de uma casa ou edifício.

LEIA MAIS: Veja os caminhos da Ford para carros híbridos, elétricos e autônomos

Quando um carro estacionar sobre o pad, terá sua bateria recarregada automaticamente em cerca de quatro horas. Por um aplicativo pode-se monitorar de longe todo o processo. Inicialmente, o pad da BMW estará disponível somente nos Estados Unidos e no Canadá e exclusivamente para o modelo 530e da marca. A empresa diz que vai oferecer os “pads” wireless em outros países e outros modelos da marca em breve.

Painel solar da Hyundai instalado na capota ajuda a recarregar as baterias dos seus carros elétricos
Divulgação
Painel solar da Hyundai instalado na capota ajuda a recarregar as baterias dos seus carros elétricos


Painel solar para carros elétricos

O modelo The Immortus, desenvolvido pela start-up australiana EVX Ventures, é 100% elétrico, tem um visual futurista, espaço para duas pessoas e promete muita autonomia (pode ser dirigido por um dia inteiro, se mantida uma velocidade média de 60 km/h, sem necessidade de parar).  Para isso, conta apenas com uma pequena bateria com capacidade de 10 kWh, já que possui um painel solar que a recarrega enquanto o carro é dirigido ou está parado sob o sol. Interessou? Então corra para o site da empresa, pois a princípio serão fabricadas apenas 100 unidades para teste da tecnologia solar.

O veículo-conceito The Immortus foi desenvolvido por uma start-up australiana para funcionar com um painel solar
Divulgação
O veículo-conceito The Immortus foi desenvolvido por uma start-up australiana para funcionar com um painel solar

Muito mais próximo da realidade, as montadoras Hyundai e Kia   decidiram instalar painéis solares em alguns modelos de carros. As montadoras planejam lançar seu veículos  veículos elétricos a partir de 2020.

Estes painéis solares serão montados nos tetos ou capôs dos veículos. Os veículos equipados com painéis solares terão a capacidade de recarregar cerca de 60% da bateria interna em um dia com bastante sol.

Estradas eletromagnéticas

O Reino Unido vem testando vias exclusivas com tecnologia que permite recarregar veículos elétricos automaticamente
Divulgação
O Reino Unido vem testando vias exclusivas com tecnologia que permite recarregar veículos elétricos automaticamente

Assim como há faixas para os ciclistas e ônibus, o Reino Unido está testando a instalação de estradas especiais exclusivas para carros elétricos. Trata-se de uma tecnologia que permitirá que usuários destes modelos não precisem parar para recarregar seus veículos em determinadas vias.

LEIA MAIS: Novos híbridos japoneses conseguem unir versatilidade e economia

Para que o sistema funcione, os automóveis precisam estar equipados com sistema wireless: nas estradas, haverá fios elétricos subterrâneos gerando campos eletromagnéticos que serão convertidos em eletricidade para o carro.

Os testes de carros elétricos por lá ainda devem durar 18 meses. Após esse período, o projeto pode ser estendido para vias públicas em toda a Inglaterra. Em tempo: a cidade coreana de Gumi já tem em funcionamento um processo similar para ônibus elétricos. O futuro já começou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.