Tamanho do texto

Mais de 40 veículos eletrificados apontaram o futuro do setor no evento automobilístico. Saiba detalhes sobre os principais deles

SUV, Salão, Nova York
Newspress
Salão de Nova York (EUA) deixou claro que os esportivos elétricos estão entre as tendências do futuro próximo

Eletrizante. Com o perdão do trocadilho, assim foi o Salão Internacional do Automóvel de Nova York 2019, encerrado no dia 28 último, que exibiu mais de 40 veículos entre elétricos e híbridos. Para muitas montadoras, como Ford, General Motors, Daimler, VW, o evento serviu de palco para anunciar dezenas de lançamentos no segmento menos convencional e mais tecnológico do setor. Entre tantos esportivos elétricos expostos, não é tarefa fácil destacar apenas cinco. Mas aqui estão!

LEIA MAIS: Amazon, Ford e GM brigam por nova tecnologia de picapes elétricas

Audi e-Tron

O  e-Tron é o primeiro entre os utilitários esportivos elétricos de longa autonomia da Audi. Não se trata exatamente sua primeira exibição, pois já foi mostrado recentemente nos salões do automóvel de Frankfurt e Xangaí, mas suas vendas estão começando praticamente agora. Nos Estados Unidos, a Audi quer concorrer com o Tesla Model X

Com a sua combinação de propulsão elétrica e interior confortável e sofisticado, o Audi e-tron tem dois motores elétrico, um em cada eixo, entregando de forma combinada 408 cavalos e 67,4 kgfm.  Com esse conjunto, vai de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos e tem máxima limitada de 200 km/h.

e-tron
Divulgação
Audi e-Tron, um crossover que combina luxo e propulsão elétrica. Nos Estados Unidos, vai concorrer com o Tesla Model X


Mercedes-Benz EQC 1886

Outro modelo luxuoso exposto foi o Mercedes-Benz EQC 1886 Edition. Ele é uma edição especial de série limitada, projetada para homenagear Karl Benz, fundador da empresa, que criou seu primeiro carro em 1886 (na época, um veículo movido a gás). O SUV EQC 1886 compartilha seu conjunto elétrico com motor duplo de 407 cv, que permite que percorra de 0 a 100 km / h em 5,1 segundos e a ter uma velocidade máxima limitada de 180 km / h. 

Para um carregamento ultra rápido, é possível usar uma corrente contínua até uma potência máxima de 110 kw numa estação de carga apropriada. Apesar de contar com muitos adicionais possíveis, está disponível apenas na cor prata.

EQC
Divulgação
O EQC 1886 elétrico é uma série limitada da Mercedes-Benz em homenagem ao primeiro carro criado por Karl Benz


Rivian R1S

Embora ainda seja uma startup, a Rivian ganhou força e fama graças à parceria com a Ford, que anunciou investimento de US$ 500 milhões na empresa de tecnologia. A Rivian mostrou em Nova York uma versão avançada do seu interessante SUV totalmente elétrico, o R1S, que tem capacidade para acomodar até 7 passageiros e estreará no mercado em 2021. 

LEIA MAIS: VW Golf conectado será primeiro lançamento na nova era de híbridos e elétricos

O utilitário promete autonomia de consideráveis 670 km e chega a 100 km/h em 3 segundos.  Visualmente, o R1S aposta nas formas quadradas. A iluminação de LED predomina no desenho dos faróis e numa faixa horizontal que percorre a lateral e a tampa do porta-malas. O interior é decorado com madeira e possui duas telas: uma gigantesca usada para a central multimídia e outra que funciona como painel de instrumentos.

Rivian
Divulgação
Impulsionada pela parceria com a Ford, a startup Rivian prepara o lançamento do SUV elétrico R1S


Genesis Mint

Na linha de carros-conceito, o Genesis Mint é um subcompacto hatchback de duas portas que poderá concorrer com o Mini Cooper na próxima década. A interpretação criativa da Genesis (marca de luxo da Hyunday) é de um futuro carro cotidiano e citadino. O formato da carroceria remete a um cupê com terceiro volume curto. 

LEIA MAIS: Veja como será a reciclagem de baterias dos carros elétricos

As linhas são ousadas e o mais curioso é a abertura para o alto para acesso à parte traseira. A marca asiática afirma que o Mint terá uma bateria de 350 kw com recarga rápida e autonomia superior a 300 km, suficiente para o trânsito urbano.

Mint
Divulgação
A Genesis, marca da Hyundai, exibiu o conceito Mint, um cupê subcompacto de apenas três portas


Pininfarina Battista

Com impressionantes 1.899 cv de potência e torque de 234,5 kgfm, o Pininfarina Battista é um hiperesportivo elétrico que atinge uma velocidade máxima de 350 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em menos de 2 segundos. Para obter esta potência, há um motor elétrico alimentando cada roda. Uma carga completa da bateria de 120 Kw fornece autonomia de 450 quilômetros. Em seu interior, o Battista traz três telas digitais que funcionam como painel de velocidade e exibem os dados de instrumentos entre os esportivos elétricos .

Battista
Divulgação
O Pininfarina Battitsta, um hiperesportivo elétrico com 1.899 cv, atinge uma velocidade de 350 km/h