A Ducati Diavel 1260 equipada com vários acessórios, na apresentação à imprensa
Divulgação
A Ducati Diavel 1260 equipada com vários acessórios, na apresentação à imprensa

Quando passaram de 1.200 cm3 para 1.262 cm3, as Ducati Multistrada se mostraram mais amigáveis, com funcionamento mais suave e linear do motor Testastretta, que ganhou 3,6 mm a mais no curso dos pistões. E agora foi a vez da inconfundível Ducati Diavel, uma naked com muitas características custom, mas com desempenho de esportiva, de receber o motor 1260.

LEIA MAIS: Salão Duas Rodas: uma vitrine de motocicletas

O maior curso dos pistões favorece o torque e a elasticidade de um motor, e foi justamente nesse ponto que a nova Diavel melhorou bastante. Por outro lado, um caminho mais longo dos pistões tende a reduzir a potência, que neste caso passou de 162 cv para 159 cv. O melhor dessa muscle bike, no entanto, é o torque, que chega a 13,2 kgfm.

O Cornering ABS permite frear mesmo em curvas
Divulgação
O Cornering ABS permite frear mesmo em curvas

A Ducati esperou passar a euforia do salão Duas Rodas para apresentar seu novo modelo – já que a marca italiana ficou fora da maior mostra de motocicletas este ano –, que passa a ter também uma série de inovações ciclísticas e tecnológicas.

LEIA MAIS: Um passeio cheio de causos pelos anos 80

Você viu?

Com  características naked, custom e esportiva, o quadro mais curto e a balança mais longa aumentam  40 mm no entre-eixos
Divulgação
Com características naked, custom e esportiva, o quadro mais curto e a balança mais longa aumentam 40 mm no entre-eixos

Com o quadro de treliça ligeiramente mais curto e a balança traseira mais longa, o entre-eixos aumentou em 40 mm, melhorando a estabilidade direcional. Para uma cruiser, a agilidade e a estabilidade em curvas da nova Diavel 1260S são pontos surpreendentes na pilotagem esportiva.

Eletrônica

Painel de instrumentos de TFT
Divulgação
Painel de instrumentos de TFT

Na parte eletrônica da ciclística, foram introduzidos o Ducati Wheeling Control Evo – DWC, sistema que controla a tendência de levantar a frente em arrancadas fortes, ajustável em oito posições. O sistema de freios Brembo tem agora o Cornering ABS, que permite frear forte mesmo dentro de curvas, com a motocicleta inclinada.

Há ainda o Ducati Traction Contro Evo – DTC, que impede o destracionamento da roda traseira em acelerações mais fortes, e o Ducati Power Lunch Evo – DPL, que realiza automaticamente a melhor arrancada, com rapidez e segurança. O câmbio é de seis velocidades com quick-shift ascendente e descendente, sistema que permite trocar as marchas sem utilizar a embreagem e sem soltar o acelerador.

LEIA MAIS: Hoje é dia de quatro rodas! Aceleramos o emocionante UTV Polaris 

A Ducati Diavel 1260 custa R$ 94.900, mas as 18 primeiras unidades vendidas virão com um bônus de R$ 5.000 em forma de acessórios.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários