Ducati Diavel
Divulgação
A Ducati Diavel 1260 equipada com vários acessórios, na apresentação à imprensa

Quando passaram de 1.200 cm3 para 1.262 cm3, as Ducati Multistrada se mostraram mais amigáveis, com funcionamento mais suave e linear do motor Testastretta, que ganhou 3,6 mm a mais no curso dos pistões. E agora foi a vez da inconfundível Ducati Diavel, uma naked com muitas características custom, mas com desempenho de esportiva, de receber o motor 1260.

LEIA MAIS: Salão Duas Rodas: uma vitrine de motocicletas

O maior curso dos pistões favorece o torque e a elasticidade de um motor, e foi justamente nesse ponto que a nova Diavel melhorou bastante. Por outro lado, um caminho mais longo dos pistões tende a reduzir a potência, que neste caso passou de 162 cv para 159 cv. O melhor dessa muscle bike, no entanto, é o torque, que chega a 13,2 kgfm.

Ducati
Divulgação
O Cornering ABS permite frear mesmo em curvas

A Ducati esperou passar a euforia do salão Duas Rodas para apresentar seu novo modelo – já que a marca italiana ficou fora da maior mostra de motocicletas este ano –, que passa a ter também uma série de inovações ciclísticas e tecnológicas.

LEIA MAIS: Um passeio cheio de causos pelos anos 80

Ducati Diavel
Divulgação
Com características naked, custom e esportiva, o quadro mais curto e a balança mais longa aumentam 40 mm no entre-eixos

Com o quadro de treliça ligeiramente mais curto e a balança traseira mais longa, o entre-eixos aumentou em 40 mm, melhorando a estabilidade direcional. Para uma cruiser, a agilidade e a estabilidade em curvas da nova Diavel 1260S são pontos surpreendentes na pilotagem esportiva.

Eletrônica

Ducati Diavel
Divulgação
Painel de instrumentos de TFT

Na parte eletrônica da ciclística, foram introduzidos o Ducati Wheeling Control Evo – DWC, sistema que controla a tendência de levantar a frente em arrancadas fortes, ajustável em oito posições. O sistema de freios Brembo tem agora o Cornering ABS, que permite frear forte mesmo dentro de curvas, com a motocicleta inclinada.

Há ainda o Ducati Traction Contro Evo – DTC, que impede o destracionamento da roda traseira em acelerações mais fortes, e o Ducati Power Lunch Evo – DPL, que realiza automaticamente a melhor arrancada, com rapidez e segurança. O câmbio é de seis velocidades com quick-shift ascendente e descendente, sistema que permite trocar as marchas sem utilizar a embreagem e sem soltar o acelerador.

LEIA MAIS: Hoje é dia de quatro rodas! Aceleramos o emocionante UTV Polaris 

A Ducati Diavel 1260 custa R$ 94.900, mas as 18 primeiras unidades vendidas virão com um bônus de R$ 5.000 em forma de acessórios.

    Veja Também

      Mostrar mais