Um amigo recebeu de Herança um Opala 1974 duas portas de seu tio falecido. Por não ter condições, decidiu vendê-lo para alguém que pudesse restaurá-lo e mantê-lo da maneira que merece. Recebendo a oferta e apaixonado por antigos que sou, não hesitei.

LEIA MAIS: Gasolina em carro antigo: comum ou aditivada? Quanto dura?

 No entanto utilizei todas as minhas economias e apesar de seu bom funcionamento e originalidade ainda necessita de investimento. Quero realizar uma restauração de qualidade com tempo e calma, que cuidados devo tomar ciente que o veículo ficará parado por pelo menos 4 anos? ”

 O automóvel de forma geral foi feito para rodar, a imobilidade é prejudicial e pode trazer danos irreparáveis. Para os veículos antigos que serão mantidos imóveis por longos períodos (viagem ou restauração futura) os cuidados devem ser redobrados.

Se considerarmos o carro antigo como investimento esses cuidados fazem parte da manutenção de um bem, aumento da valorização e redução dos custos de restauração dos danos causados pelo tempo.

LEIA MAIS: Folga na direção do Volkswagen Fusca é normal? Confira a resposta 

Segundo estudo realizado pela equipe de professores do curso “Como Comprar um Carro Antigo” da Escola de Restauração do Clube do Carro Antigo do Brasil, nos últimos 20 anos o veículo antigo teve um índice de valorização bem acima que todos os investimentos: ações, investimentos bancários, dólar, ouro, imóveis etc. Comparando o volume de negócios e a valorização do carro antigo neste período, a curva de crescimento Brasileira acompanha as curvas de crescimento dos EUA e Europa.

Investimento vantajoso

undefined
Divulgação
Porsche 911 Carrera RS 1973: Uma pesquisa conduzida em 2014 pelo Discovery Channel revelou que o Porsche Carrera 2.7 RS 1973 foi o carro mais valorizado da última década. Em 2004, seu preço girava em torno dos R$ 260 mil (convertendo de libras para o real). Dez anos depois, o Porsche mais esportivo da sua época era avaliado em torno de R$ 2 milhões , ainda de acordo com o canal

Em pesquisa realizada na Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV EAESP) esses veículos tiveram valorização superior à taxa básica de juros da Selic ao longo dos anos. Dos 24 antigos considerados na pesquisa da FGV, nos últimos dez anos, a Kombi Corujinha foi a mais valorizada, 135% acima da Selic. Mesmo os veículos que tiveram menor valorização em nenhum dos casos a taxa foi inferior à inflação.

LEIA MAIS: Fluido de direção hidráulica: qual é o melhor tipo para utilizar?

Além de estudar e pesquisar o mercado do carro antigo como instrumento para avaliar as melhores opções com potencial de valorização em alguns casos é de fundamental importância uma hibernação bem planejada e executada para garantir a preservação do investimento.

Assista ao vídeo acima e saiba mais sobre hibernação. Em breve publicaremos mais informações úteis aos nossos leitores.

 Cursos Relacionados:

Curso de Restauração de Veículos Antigos:

http://www.escoladerestauracao.com.br/cursos

Como Comprar um Carro Antigo:

http://www.escoladerestauracao.com.br/cursos

Reativação & Hibernação de Veículos Antigos:

http://www.escoladerestauracao.com.br/cursos

 Produção e Edição Vídeo: Marcus Oktaner

 Imprensa: Vito Zanella

undefined
Divulgação
Ricardo Viana, professor da "Escola de Restauração" de carros antigos

Ricardo Viana é professor de Funilaria e Pintura na Escola de Restauração do Clube do Carro  Antigo do Brasil e entusiasta do Automóvel Antigo desde muito jovem. Foi Instrutor de Curso  de pilotagem em Interlagos, Consultor de Vendas e Restauração de Veículos Antigos desde  1997 e Proprietário de Oficina de Restauração na zona sul de São Paulo há mais de 4 anos.

    Veja Também

      Mostrar mais