Tamanho do texto

Esportivo japonês é um dos melhores exemplos de ícones definitivos. Foi sonho de consumo em sua época, e é até nos dias de hoje

Não dá para negar que o Toyota Supra se tornou um dos esportivos japoneses mais conhecidos do planeta por conta do cinema. A franquia "Velozes e Furiosos" destacou o modelo em algumas produções e mostrou seu potencial pouco conhecido do grande público do ocidente.

LEIA MAIS: Opala Diplomata: exemplar zerado de 1992 traz apenas 70 mil km

Mas na Ásia o Toyota Supra já tinha fama. E fazia o pessoal sonhar alto. Aliás, vale ressaltar que os esportivos japoneses merecem um capítulo importante no mundo automotivo. Eles foram eternizados por programas de TV de lá quando o drift ainda nem era comentado desse lado do mundo.

O Celica, conhecido como Supra fora do Japão, chegou ao mercado em 1978. A primeira geração particularmente me agrada bastante. É um carro de linhas retas, mas com personalidade. Não era difícil ver um deles em produções japonesas do período.

LEIA MAIS: Volvo 850 R-5R: o tijolo supersônico da Suécia

A segunda geração

Toyota Supra
Renato Bellote/iG
Toyota Supra tem visual datado nos anos 80, o que nós fanáticos por clássicos apreciamos muito!

O Celica Supra da matéria é um representante da segunda geração. O estilo é bem datado dos anos 80, o que a gente adora, e mostra traços comuns da época como a linha de cintura reta e o desenho quadrado. Rodas de 14 polegadas fazem o design desse período algo sempre fantástico.

Sob o capô uma usina de força de respeito. O ronco grave enche os ouvidos e deixa claro que ele é um verdadeiro esportivo japonês . O motor de seis cilindros em linha e 2,7 litros entrega 178 cv e é alimentado por uma injeção eletrônica.

LEIA MAIS: BMW Z3 se tornou referência entre os roadsters modernos

Um ponto alto do modelo é notado quando nos acomodamos no banco do motorista, muito cômodo e bem acertado. Havia percebido isso ao volante de um clássico Datsun 240 Z e eles se parecem em outra coisa: a excelente dirigibilidade. Nem parece que você está acelerando algo com três décadas, nesse caso.

Recentemente o modelo voltou ao mercado. Dessa vez em uma joint venture com a BMW. O estilo do Toyota Supra mudou bastante nesse tempo todo e agora segue o conceito mundial de downsizing. Mas sem dúvida os clássicos permanecem como sonhos de consumo e ícones de uma época.