VW Golf R32 biturbo
Renato Bellote/iG
VW Golf R32 biturbo


A preparação de motores é algo que evoluiu tremendamente nos últimos 20 anos. Me lembro dos testes da revista Quatro Rodas nos anos 80 e 90 onde instalavam turbocompressores em modelos comuns e extraíam 70 ou 80 cv. E era algo excepcional.


A indústria da preparação também evoluiu. Novos materiais, maior resistência e produtos com grande confiabilidade. Atualmente temos receitas que extraem o dobro ou triplo da potência original do veículo, utilizando pistões e bielas forjados para maior durabilidade do conjunto.

O Golf R32 é um modelo extremamente divertido em sua configuração original. Motor VR6, 3,2 litros e tração integral fizeram dele um dos ícones da marca e também um dos grandes esportivos do começo do século. 


O exemplar da matéria é um dos cinco que chegaram ao Brasil, representante da geração MK5. Ele passou pelas mãos da oficina Motorfort para receber um belo upgrade mecânico. Motor, suspensão e câmbio foram totalmente modificados.

Abrindo o cofre vemos a novidade. As duas turbinas se destacam, com seus respectivos filtros, e trazem uma beleza interior realmente notável. Dessa forma a potência chegou aos 650 cv com nada menos do que 85 kgfm de torque. Uma bela patada. 

A dirigibilidade é algo monstruoso. O torque em baixa já é sentido, porém quando enfiamos o pé dá pra sentir o corpo grudar no banco, literalmente falado. Esse efeito é acompanhado de um ronco fantástico dos seis cilindros, algo bastante festejado pelos fãs da Volkswagen.    

Cabe ressaltar que o Golf R32 foi lançada na quarta geração do modelo. E terminou na quinta, esta que mostramos, assim como a opção do fantástico motor VR6. Em breve teremos mais modelos preparados aqui na coluna. Até mais!

    Veja Também

      Mostrar mais