Tamanho do texto

SUV começa a ser entregue aos clientes no mês que vem. Parte de R$ 222.300 com a agilidade de filhote de felino

Jaguar E-Pace: Menor SUV da marca chega ao Brasil com boa agilidade pelo conjunto leve e bem acertado
Divulgação
Jaguar E-Pace: Menor SUV da marca chega ao Brasil com boa agilidade pelo conjunto leve e bem acertado

A Jaguar aposta no SUV compacto E-Pace para aumentar ainda mais sua base de clientes no Brasil. O carro desembarca no País em quatro versões, com preços que partem de R$ 222.300 e chegam nos R$ 278.080, valor do topo de linha R-Dynamic SE, com motor de 300 cv.  Num primeiro momento, a reportagem de iG Carros foi convidada para ter as primeiras impressões ao dirigir em pista fechada, no interior de São Paulo, já que os carros disponíveis para a imprensa ainda não estão emplacados. Tivemos direito a quatro voltas, duas em cada motorização disponível do Jaguar E-Pace. Logo mais, faremos uma avaliação mais detalhada.

LEIA MAIS: Jaguar XE S 3.0 V6: pergunte ao vento se motores rugem

 Por enquanto, deu para notar que o Jaguar E-Pace faz jus à tradição da marca inglesa em prezar pela leveza como um dos trunfos para conseguir boa agilidade em qualquer situação. O motor 2.0, turbo, todo feito de alumínio, deixa claro que tem boa dose de força desde as primeiras marcações do contagiros. No estreito Autódromo da Capuava, no interior de São Paulo, deu para usar apenas a terceira, quarta e quinta marchas, sem precisar fazer o motor girar demais. Pudera, no caso das versões de 250 cv, o torque máximo de nada desprezíveis 37,8 kgfm é atingido a meros 1.200 rpm. Ou seja, basta encostar o pé no acelerador que toda força já aparece.

A altura livre do solo de 20,4 cm deixa claro que estamos em um SUV. Porém, dá para adotar uma tocada mais animada ao volante, dentro de certos limites. Forçando um pouco a barra, o carro sai de frente, mas isso é facilmente controlável não apenas pela parafernália eletrônica, mas aliviando  ligeiramente a pressão no pedal da direita. O que mais impressiona é a boa relação entre peso e potência, de 7 kg/cv nas versões e 250 cv e de 6 kg/cv na de 300 cv. Com isso, o carro acelera bem. Faz de 0 a 100 km/h em 7 segundos e em 6,4 s, respectivamente, de acordo com a fabricante.

As trocas das oito marchas pelas hastes atrás do volante são feitas com rapidez, mas é bom ficar de olho no contagiros, uma vez que, mesmo no modo sequencial, ao atingir o regime de potência máxima, o sistema muda para a marcha seguinte, o que pode atrapalhar numa aproximação de curva se você estiver guiando com a faca entre os dentes. Se isso acontecer o jeito é encontrar a marcha ideal de novo. Manter a calma e seguir em frente. Não faltam apoios laterais nos bancos para apoiar o corpo nas curvas. Nem um volante com boa empunhadura, revestido de couro caprichado. Mas você vai ter que se acostumar com os minúsculos botõezinhos distribuídos nos dois raios horizontais.

LEIA MAIS: Jaguar lança F-Pace no Brasil por R$ 309.300. Saiba mais detalhes

Interior caprichado

Interior é de bom gosto, mas botões do volante são pequenos e há comandos demais nas alavancas da coluna de direção
Divulgação
Interior é de bom gosto, mas botões do volante são pequenos e há comandos demais nas alavancas da coluna de direção

Apesar disso a ergonomia é boa, assim como o nível acabamento e a lista de equipamentos de série.  Nas hastes da coluna de direção, mais um certo exagero de comandos. Mas a tela do sistema multimídia, de 10 polegadas, é sensível ao toque e pode se conectar com vários aplicativos, inclusive Spotify. Além disso, há até quatro pontos de carga de 12 Volts e cinco saídas USB. Bom também é o som de alta-fidelidade, com 15 alto-falantes e 825 watts de potência na versão topo de linha, bem como o cluster de TFT em todas as versões, o que ajuda no aspecto sofisticado do carro e permite configurar os mostradores de acordo com o gosto do freguês.

Com detalhes que lembram de propósito o cupê F-Type, o novo SUV E-Pace mede 4,40 metros de comprimento por 1,60 m de altura e 1,85 de largura. Com entre-eixos de 2,68 m, o carro leva cinco ocupantes sem aperto e suas bagagens no espaçoso porta-malas de 484 litros. Na lista de equipamentos estão incluídos itens como câmera de ré, monitor de fadiga, sensores nos para-choques, bancos dianrteiros com ajustes elétricos e rodas de aro 19, na versão mais em conta. Em seguida, na R-Dynamic, os retrovisores têm rebatimento automático, o revestimento do couro é granulado, o GPS é mais complete e as rodas de aro 20.

LEIA MAIS: Jaguar XF: aceleramos o novo sedã na pista, confira o que achamos dele

Indo para a versão First Edition do Jagar E-Pace, o teto é solar panorânico, as rodas têm detalhes acizentados existem outros equipamentos exclusivos, como acionamento da tampa do porta-malas por gesto. E no topo de linha há piloto automático adaptativo com assistente de estacionamento e sistema de frenagem de emergência,  mesmo em velocidades mais altas.

Ficha Técnica

Preço:  a partir de R$ 222.300

Motor: 2.0, quatro cilindros, turbo, gasolina

Potência: 249 cv a 5.500 rpm/ 300 cv (R-Dynamic)

Torque: 37,2 kgfm a  1.200 rpm / 40,8 kgfm a 1.500 rpm

Transmissão:  Automático, 8 marchas, tração integral

Suspensão:Independente (dianteira) e multibraço na traseira

Freios: Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira

Pneus: 245/55 R19 / 255/50R 20 (R-Dynamic)

Dimensões: 4,44 m (comprimento) / 1,91 m (largura) / 1,63 m (altura), 2,68 m (entre-eixos)

Tanque : 68 litros

Porta-malas: 484 litros

Consumo: 7,2 km/l (cidade) /11,5 km/l (estrada)  e 6,8 km/l e 11 km/l (R-Dynamic)

0 a 100 km/h: 7 segundos / 6,2 segundos (R-Dynamic)

Vel. Max: 230 km/h / 246 km/l (R-Dynamic) 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.