Tamanho do texto

Novo rival de Virtus e Cronos será fabricado em Jacareí, com motor 1.5 turbo

Chery Arrizo 5 arriscará sua parcela na categoria dos sedãs compactos premium. Marca tem a expectativa de emplacar aproximadamente 500 carros por mês
Divulgação
Chery Arrizo 5 arriscará sua parcela na categoria dos sedãs compactos premium. Marca tem a expectativa de emplacar aproximadamente 500 carros por mês

O Caoa Chery Arrizo 5 é o mais novo capítulo da nova história da marca no Brasil, após o lançamento do SUV Tiggo 2 e o anúncio dos irmãos Tiggo 4 e Tiggo 7. Trata-se de um sedã para competir com as versões mais caras de VW Virtus e Fiat Cronos, com motor 1.5 turbo de 150 cv de potência. O modelo será feito no Complexo Industrial de Jacareí (SP), onde também são feitos os modelos QQ e Tiggo 2.

LEIA MAIS: Jeep Renegade 2019: já demos uma volta no novo SUV

Apesar da revelação do modelo, a marca continua devendo os preços oficiais. Apenas foi antecipado que o Caoa Chery Arrizo 5 chegará às concessionárias em novembro, custando algo entre R$ 69 mil (na versão básica RX) e R$ 79 mil (RXT). Ele será vendido exclusivamente com motor 1.5 turbo e transmissão continuamente variável (CVT) que simula sete velocidades, com sistema de partida a frio sem o tanque complementar de gasolina.

LEIA MAIS: Fiat Argo Precision 2019 ganha novos opcionais de fábrica

Chave presencial, câmera de ré e computador de bordo marcam presença, assim como o ar-condicionado eletrônico. Tal como no Tiggo 2, sua versão mais cara terá airbags laterais e dianteiros, bancos em imitação de couro e teto-solar elétrico, além de rodas aro 17. Vale dizer que sua central multimídia conta com conectividade Android Auto e Apple CarPlay. O entre-eixos de 2,65 metros iguala o número do Volkswagen Virtus , sendo 10 cm maior que o do Fiat Cronos . O porta-malas é de 430 litros, sendo superado por muito pelos 525 litros do Fiat.

LEIA MAIS: VW T-Cross: andamos no protótipo do novo SUV compacto

Com o início da produção do Arrizo 5, a Chery contatará mais 150 funcionários para a fábrica de Jacareí, com a possibilidade de contratar mais 150 no começo de 2019 (dependendo do desempenho em vendas). Além de QQ, Arrizo 5 e Tiggo 2, a reportagem do iG Carros apurou que a linha de produção do antigo Celer hatch continua instalada no Complexo Industrial. Fontes ligadas à marca nos confirmaram que o modelo poderá voltar a ser fabricado, dependendo da demanda do mercado. Mas ao menos por enquanto, serão apenas três modelos. 

Após o Chery Arrizo 5

Depois do Chery Arrizo 5, a marca focará no Tiggo 4 (futuro rival de Renegade e HR-V) e Tiggo 7 (rival do Compass, na foto acima)
Newspress
Depois do Chery Arrizo 5, a marca focará no Tiggo 4 (futuro rival de Renegade e HR-V) e Tiggo 7 (rival do Compass, na foto acima)

A Caoa Chery pretende encerrar o mês de outubro com 1.200 unidades vendidas, entre todos os seus veículos. A expectativa para 2019 está na casa dos 34 mil emplacamentos, contando com os novos Tiggo 4 e 7 que serão fabricados em Anápolis (GO).

LEIA MAIS: Mitsubishi Eclipse Cross 2019 vai bem na terra e no asfalto

Com o lançamento do novo Chery Arrizo 5 , a marca terá tempo suficiente para focar nos novos Tiggo 4 e 7. Serão os rivais de Renegade e Compass, respectivamente, ampliando ainda mais a gama de SUVs do Grupo Caoa. Vale lembrar que a empresa brasileira também é detentora de utilitários como Tucson e ix35 (ambos feitos em Anápolis), bem como o importado New Tucson.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.