Tamanho do texto

Sedã de luxo terá quatro versões até o fim do ano com a chegada da Polestar e do T8 híbrido. Confira o que achamos do T4, a partir de R$ 195.950

Volvo S60 T4 arrow-options
Divulgação
Volvo S60 chega com apelo mais esportivo que o da geração anterior para desafiar BMW Serie 3 e Mercedes Classe C

A Volvo tem dado trabalho aos concorrentes alemães no terreno dos SUVs e agora quer conquistar um lugar de destaque entre os sedãs médios de luxo com o novo S60. A reportagem de iG Carros teve a oportunidade de guiar as versões T4 (R$ 195.950) e T5 (R$ 229.950) na estrada e em pista fechada e conta detalhes sobre cada um deles.

LEIA MAIS: BMW Série 3 2019: aos que curtem acelerar. Veja as primeiras impressões

Para chegar com apelo, o novo Volvo S60 conta com uma lista de equipamentos interessante. Um dos destaques fica por conta do controle de cruzeiro adaptativo (“piloto automático’) e assistente de direção em todas as versões. Como não poderia deixar de ser, a marca oferece uma série de itens de segurança como o City Safety, que efetua frenagem de emergência ao detectar até animais de grande porte, o que os rivais ainda não têm.

Na comparação com a geração anterior do S60, não resta dúvida de que o novo evoluiu bastante nos mais variados aspectos. O carro fico mais longo (+12,6 cm), mais baixo (-5,3 cm) e com distância entre os eixos maior (+9,6 cm). A parte aerodinâmica recebeu atenção especial e atingiu um coeficiente de arrasto (Cx) de apenas 0,27. E ganhou downforce para ajudar na estabilidade nas curvas bem como novas rodas com até 19 polegadas de aro e novos ajustes de suspensão. Mas o vão livre do solo aumentou, de 13.6 cm para 14,2 cm, embora o carro pareça mais plantado no chão.

Para quem quer um sedã de luxo confortável o novo S60 deve mesmo agradar. O silêncio impressiona, mesmo ao provocar reduções, levando o ponteiro do conta-giros para as alturas. Feito nos EUA, o carro chega com câmbio automático de 8 marchas, fabricado pela japonesa Aisin, mas que terá hastes atrás do volante para trocais sequenciais apenas nas versões T8 e Polestar, uma vez que esse item está atrelado ao pacote R-Design.

Por isso, na pista, no Circuito de Codegua, ao volante da versão T5 sentimos falta das hastes, apenas fazendo trocas sequenciais com toques para frente e para trás pela alavanca. E descobrimos também que a caixa troca de marcha no limite de potência máxima, mesmo no modo sequencial, sem o comando do motorista, algo que não deverá agradar os que buscam por um sedã sofisticado com forte apelo esportivo.

LEIA MAIS: Mercedes C200 EQ Boost: versão mostra avanços, mas falta ser mais econômica

A tração dianteira também acaba atrapalhando um pouco uma tocada mais animada ao provocar saídas de frente, que fica com acúmulo de funções (freio, direção e tração), dificultando o equilíbrio. Mas para quem não for tão exigente no quesito desempenho vai gostar do novo S60, principalmente da versão T4, com motor de 190 cv e 35,7 kgfm de torque a meros 1.900 rpm, que nos pareceu a mais equilibrada e com melhor custo-benefício.

Mais detalhes do Volvo S60 T4

volvo S60 T4 arrow-options
Divulgação
interior é confortável, mas a Volvo já está trabalhando com o Google para tornar a tela central mais fácil de ser usada

Não é à toa que a Volvo espera que a T4 represente 40% das vendas, seguida pela T5 (35%) e T8 R-Design (25%). Ainda haverá a versão Polestar, com ajustes realmente esportivos e tração integral, que terá uma apresentação à parte ainda em 2019. De qualquer forma, nos pareceu que o pacote que a versão mais em conta oferece, inclusive em relação ao desempenho, tem poucas diferenças na comparação com a T5, que é mais de R$ 30 mil mais cara.

O que é um bom atrativo do S60 também é o Volvo OnCall, que permite controlar diversas funções do carro por meio de aplicativo de celular, envio de mapa de GPS quando necesário, localização do veículo em caso de roubo ou furto, auxílio em emergências, entre outras funções disponíveis gratuitamente durante o prazo de garantia de dois anos. Depois disso, paga-se por um pacote à parte que custa R$ 800 por ano.

LEIA MAIS: Jaguar XE S 3.0 V6: pergunte ao vento se motores rugem

Entre a versão T4 e a T5, além da diferença de 64 cv de potência, a mais cara conta com rodas de aro 19, luz de esquina, faróis com nivelamento automático entre as vantagens. São itens que não vão fazer muita falta para quem quer um sedã de luxo bem confortável e eficiente. Todo o luxo essencial já está no S60 T4, que também se mostrou mais equilibrado e seguro durante nosso primeiro contato com o carro, bastante espaço para cinco ocupante e suas respectivas bagens no porta-malas de 442 litros.

O consumo combustível da versão T4 com gasolina é apenas aceitável, Conforme os dados do Inmetro, o Volvo S60 T4 faz 12,5 km/l na estrada e 9,3 km/l na cidade, com autonomia teórica de 511 km em trechos urbanos e 6 87 em rodoviários, levando em conta o tanque de 55 litros. Daqui para frente, a briga com Mercedes Classe C e BMW Serie 3 deve deverá ficar mais quente no Brasil. A seguir, confira os preços da nova linha 2020, das revises com preço fixo e a breve ficha técnica do T4.


10 mil km

20 mil km ou 1 ano**


30 mil km

40 mil km

ou 2 anos**

50 mil km*

50 mil km*

60 mil km

ou 3 anos**

150 mil km
R$ 999 R$ 1.949 R$ 999 R$ 2.499 R$ 999 R$ 3.699 R$ 999

Ficha técnica 

Volvo S60 T4

Motor: 2.0, quatro cilindros, gasolina 

Potência: 190 cv a 5.500 rpm 

Torque: 35,7 kgfm a  1.500 rpm

Transmissão:  Automático, 8 marchas, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira) e multibraço (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e na traseira

Pneus: 235/45 R18 

Dimensões: 4,76 m (comprimento) / 1,85 m (largura) / 1,43 m (altura), 2,87 m (entre-eixos)

Tanque : 55 litros

Porta-malas: 442 litros

Consumo: 9,3 km/l (cidade) /12,5 km/l (estrada) com gasolina

0 a 100 km/h: 7,1 segundos 

Vel. Max: 220 km/h