Tamanho do texto

Moto com estilo retrô recebe personalização com aval do artista Celio Dobrucki, especialista em motos

Harley-Davidson Bobber foi personalizada e ganhou estilo único, com aspecto retrô, inspirado nos modelos da década de 60
Divulgação
Harley-Davidson Bobber foi personalizada e ganhou estilo único, com aspecto retrô, inspirado nos modelos da década de 60

A inspiração para começar o trabalho de personalizacão do modelo da Harley-Davidson refere-se à década de 1960 e o estilo escolhido é o Bobber. Em customização realizada pelo artista Celio Dobrucki, um dos principais nomes da customização de motos do Brasil, a Bobber recebeu pintura handmade (feita à mão pelo artista) com uma série de detalhes exclusivos que chamam bastante atenção e deixaram a moto com estilo único, como pode ser visto pela galeria de imagens abaixo.

LEIA MAIS: Harley-Davidson Fat Boy, a motocicleta da lenda do garoto gordo

Com motor clássico Harley-Davidson da década de 1960, de 1.700 centímetros cúbicos de cilindrada, a motocicleta recebeu tanque Peanut com capacidade para 8 litros de combustível, chassi Hardtail, roda traseira 16 polegadas e dianteira 21 polegadas, banco solo (de desenho retrô), além de peças fabricadas pela Dobrucki Custom Shop como guidão, tanque de óleo, escapamento, sissybar e outros suportes que fazem parte do pacote de mudanças que o modelo da marca norte-americana ganhou durante o processo de customização. 

O estilo Bobber

As bobbers surgiram na década de 40. São motos em sua mais pura essência, onde todo o supérfluo é retirado para deixá-las mais leves e rápidas. Algumas das características mais comuns das bobbers são a ausência ou a redução ao extremo do paralama dianteiro, o banco solo, o estilo minimalista, sem cromados ou adereços desnecessários. Também conhecidas como rabo duro (por não ter amortecedor traseiro) com centro de gravidade bem baixo.

LEIA MAIS: Harley-Davidson Road King Classic mantém a tradição. Saiba detalhes

Logo após a segunda guerra mundial, quando milhares de soldados que retornavam para suas pacíficas vidas, encontraram a emoção que a camaradagem que eles procuravam nas motos. Então, eles acabaram criando as primeiras bobbers: motos que dispensam o que pode ser retirado, com uma porção de peças retiradas para deixá-las mais leves e rápidas.

A transformação das primeiras motos estilo Bobber (inclusive, da Harley-Davidson) era feita na garagem de casa, com ferramentas e materiais simples, usando como base as motocicletas excedentes de guerra. Como parte do trabalho, retiravam uma série de componentes, principalmente os mais pesados, com paralamas, proteções, luzes indicadoras e, ao contrário das choppers, o quadro da moto era mantido original, sem nenhuma modificação em relação ao que foi instalado na linha de montagem das fabricantes. 

LEIA MAIS: Harley-Davidson Iron 883 é a porta de entrada para o mundo Harley

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.